Viva uma vida mais feliz com as lições de Padre Reginaldo

Melhore sua vida com as lições abençoadas do Padre Reginaldo Manzotti. Inspire-se nos conselhos do sacerdote e ilumine seus dias!

None
FOTO: Divulgação

por Redação Alto Astral
Publicado em 14/09/2016 às 10:51
Atualizado às 12:50

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Medo, preocupação, tristeza, desespero… Esses são alguns dos sentimentos que nos afligem quando passamos por dificuldades. Nesses momentos, o importante é se apegar a Deus e confiar no poder dos Céus. Por isso, separamos reflexões especiais do Padre Reginaldo Manzotti para você se inspirar e levar uma vida leve.

Retrato de Padre Reginaldo Manzotti

FOTO: Divulgação

SAIBA MAIS

Lições de Padre Fábio de Melo sobre família

Oração de Padre Marcelo Rossi pelos doentes

5 lições de fé do Padre Robson de Oliveira

O Espírito Santo cura

“O Espírito Santo é a força da graça que quer libertar, curar e transformar a humanidade. É o tempo novo de Deus. Vivemos sob a graça e não sob a lei. (…) O Evangelho, ou seja, a vida no Espírito, produz alegria, o que permite superar toda e qualquer barreira de mazelas mundanas e pessimismo. Embora tudo indique que o mundo caminha para o caos e o homem para o seu declínio, Deus é, sim, capaz de bloquear e reverter a direção dessa trajetória pela graça daquilo que é essencial: a alegria de Cristo vitorioso.”

Motivação para viver

“A graça é uma disposição divina, amor misericordioso e imerecido, espontâneo e eterno. É, por fim, uma disposição ativa de Deus de dar ao homem sentido, razão e motivação para viver. Nesse contexto compreende-se o tempo novo que o Papa Francisco nos pede: ‘Sonho com uma opção missionária capaz de transformar tudo, para que os costumes, os estilos, os horários, a linguagem e toda estrutura eclesial se tornem um canal proporcionando mais à evangelização do mundo atual que à autopreservação’ (EG 47).”

A graça traz o ferido para perto de Deus

“A lei pela lei dissemina o sentimento de culpa que, por sua vez, afasta o homem de Deus e impede a cura. A culpa leva a um relacionamento equivocado com Deus. (…) Movidos não pelo Espírito que gera graça e alegria, detemo-nos no que é menos importante e até periférico, pondo assim um empecilho à salvação e um fardo desnecessário que se faz obstáculo à graça na vida do outro. A graça traz o ferido para perto de Deus. Na graça do Espírito somos curados; sem diminuir o valor do ideal evangélico somos acompanhados por Deus com amor e misericórdia.”

Mulher sorrindo sentada no sofá

FOTO: Shutterstock.com

Deus é alegria

“Ver a graça de Deus e se alegrar, sem colocar limites à sua ação em nós: eis o chamado desse novo tempo. (…) O mundo dá prazer e não alegria; gera muitas expectativas e responde a elas com incontáveis frustrações. Estas, por sua vez, resultam em impaciência, ansiedade e tristeza. Deus é simples, plenamente realizado, por isso gera alegria, bondade, justiça. Por sermos seus filhos, Ele cura para sermos cântaros no deserto, luz na escuridão, bênção na dor e vivificação na morte.”

Cura para a fraqueza humana

“Somos feridos na natureza e machucados pelo pecado, contudo é na graça de Deus que ficamos aptos à salvação. Isso significa ver, sentir e proclamar a graça de Deus. Definimos, portanto, que graça é a totalidade de bênçãos que Deus derrama sobre o homem por intermédio de Jesus Cristo. Existe cura para a fraqueza humana, porque Deus quer. Existe salvação para o pecador, porque Jesus é redenção. Existe saída para a morte, porque Ele é ressurreição.”

Edição: Júlia Martins/Colaboradora | Design: Aline Barudi