O poder do quarto mandamento: Honrar pai e mãe

Nossos pais receberam de Deus uma autoridade divina, a de conceber outra vida e de ser responsável por ela. Honre seus pais com a força do quarto mandamento

None
Foto: Shutterstock

por Redação Alto Astral
Publicado em 16/01/2017 às 11:30
Atualizado às 11:53

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Os dez mandamentos são as leis de Deus ao povo para o caminho de uma vida liberta da escravidão do pecado. Tendo como mandamentos o amor a Deus e também ao próximo, o decálogo é uma poderosa fonte de proteção e aproximação ao Nosso Senhor. No quarto mandamento, o nosso Senhor reitera a importância de respeitar os pais.

Placa quarto mandamento

Foto: Shutterstock

O poder do quarto mandamento

PASSAGEM BÍBLICA

“* 12 Honre seu pai e sua mãe: desse modo, você prolongará sua vida, na terra que Javé seu Deus dá a você.” (Êxodo 20:12)

REFLEXÃO

As primeiras pessoas com quem temos contato quando chegamos ao mundo são os nossos pais. Eles receberam de Deus uma autoridade divina, a de conceber outra vida e de ser responsável por ela. Depois de Deus, devemos honrar nosso pai e nossa mãe, pois foram eles que nos fizeram sentir pela primeira vez o que é o amor verdadeiro, uma amostra do amor bondoso que o Pai sente por nós. Respeitar quem nos educou e nos amou é um dever que devemos cumprir felizes, pois não só estamos cumprindo os mandamentos do Senhor, como, ao mesmo tempo, também estamos agradecendo aos nossos pais por todo o carinho recebido e estamos reconhecendo que eles são as pessoas que representam o amor de Deus na Terra. Assim, honrar é amar, ouvir, dialogar e respeitar.

ORAÇÃO SOBRE O MANDAMENTO

Peça ao Senhor, nosso Deus, que abençoe sua relação com seus pais, para que o convívio seja sempre sereno e próspero, para que você saiba retribuir todo o amor recebido e para que vocês nunca deixem de cuidar uns dos outros.

“Ó Deus, pai cheio de bondade, dai-me a graça de compreender melhor os meus pais e de saber retribuir o seu amor com mais amor. Aproximar-me-ei de meu pai e de minha mãe, cujo trabalho até agora não apreciei devidamente. Esta noite repetirei, com maior fervor, uma antiga oração da minha infância: Pai nosso que estais nos céus, nós vos suplicamos pelos nossos pais. Por meio deles, tudo nos destes: retribuí-lhes todo o bem que nos fizeram. Deram-nos a vida: vós dai-lhes saúde. Deram-nos alimento: dai-lhes vós o pão de cada dia. Deram-nos de vestir: que as suas almas se encontrem sempre revestidas da vossa graça. Nesta terra concedei-lhes a felicidade que se encontra em servir-vos e amar-vos. E fazei que um dia nos reunamos com eles na pátria celeste. Amém.”

LEIA TAMBÉM

Edição: Rafael Barbosa/Colaborador | Design: Gabriel Andrade/Colaborador

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.