Alcance graças com a Novena das Mãos Ensanguentadas de Jesus

Intensifique sua súplica aos Céus com a Novena das Mãos Ensanguentadas de Jesus. Ela é poderosa e irá ajudá-la em sua conexão com o Divino.

None
ILUSTRAÇÃO: Elias Silveira/Colaborador

por Redação Alto Astral
Publicado em 31/10/2016 às 11:45
Atualizado às 11:41

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Fazer uma oração com fé é o primeiro passo para que seu pedido seja atendido. Para intensificar ainda mais a sua súplica aos Céus, você pode reservar nove dias, para colocar todas as suas intenções nas mãos do Senhor, com o objetivo de alcançar uma graça.

A Novena das Mãos Ensanguentadas de Jesus é poderosa e irá ajudá-la em sua conexão com o Divino. Escolha um lugar calmo, concentre-se em seu pedido e reze por nove dias seguidos as orações indicadas a seguir:

Ilustração de Jesus Cristo segurando a mão de uma mulher, representando a oração Conversa com Jesus

ILUSTRAÇÃO: Eugênio Tonon

Para começar todos os dias: Faça o sinal da cruz

Oração final para todos os dias

“Cura-me, Senhor Jesus. Jesus, coloca tuas mãos benditas ensanguentadas, chagadas e abertas sobre mim neste momento. Sinto-me completamente sem forças para prosseguir carregando as minhas cruzes. Preciso que a força e o poder de tuas mãos, que suportaram a mais profunda dor ao serem pregadas na cruz reergam-me e curem-me agora. Jesus, não peço somente por mim, mas também por todos aqueles que mais amo. Nós precisamos desesperadamente de cura física e espiritual através do toque consolador de tuas mãos ensanguentadas e infinitamente poderosas. Eu reconheço, apesar de toda a minha limitação e da infinidade dos meus pecados, que és Deus, Onipotente e Misericordioso para agir e realizar o impossível. Com fé e total confiança posso dizer: ‘Mãos ensanguentadas de Jesus, mãos feridas lá na cruz! Vem tocar em mim. Vem, Senhor Jesus!’.” (Concluir cada dia, rezando um Pai-Nosso e uma Glória ao Pai em agradecimento às graças, bênçãos e milagres que serão concedidos pelas mãos ensanguentadas de Jesus por meio desta novena)

novena das mãos ensanguentadas de jesus

ILUSTRAÇÃO: Elias Silveira/Colaborador

1º Dia

“Tranquilizai-vos, não tenhais medo, sou eu!… E disse a Pedro: ‘Vem’. Pedro saiu da barca e caminhava sobre as águas ao encontro de Jesus. Mas, redobrando a violência do vento, teve medo e, começou a afundar. Gritou: ‘Senhor, salva-me’. No mesmo instante, Jesus estendeu-lhe a mão, segurou-o e disse: ‘Homem de pouca fé, por que duvidaste?’… O vento cessou. Então, os que estavam na barca prostraram-se diante Dele e disseram: ‘Tu és verdadeiramente o Filho de Deus’ (Mateus 14: 27b. 29-32). Jesus, fortes ondas de desespero têm investido contra mim. Aumenta a minha fé, porque estou com medo de afundar neste mar de angústia e dor. Como fizeste a Pedro, suplico que me estendas tua mão poderosa e, com autoridade de Filho de Deus, ordenes ao mal que se afaste de mim agora e para sempre. Amém.”
Repita muitas vezes, neste 1º dia, a seguinte jaculatória:“Jesus, pelo poder do teu sangue Redentor, suplico que aumentes a minha fé.”

2º Dia

“Sabendo Jesus que o Pai tudo lhe dera nas mãos, e que saíra de Deus e para Deus voltava, levantou-se da mesa, depôs as suas vestes, e, pegando uma toalha, cingiu-se com ela. Em seguida, deitou água numa bacia e começou a lavar os pés de seus discípulos e a enxugá-los. ‘Sabeis o que vos fiz? Se eu, vosso Senhor e Mestre, vos lavei os pés, também vós deveis lavar os pés uns dos outros. Dei-vos o exemplo para que, como eu vos fiz, assim façais também vós’ (João 13:3-5.12c.14-15). Jesus, tu sabes que pouco me disponho a servir, mas muito desejo que me sirvam. Não quero mais ser assim! Com tuas mãos humildes, arranca todo o orgulho que ainda me impede de ‘lavar os pés dos outros’, especialmente daqueles mais próximos de mim. Amém.”
Repita muitas vezes, neste 2º dia, a seguinte jaculatória:“Jesus, pelo poder do teu sangue Redentor, suplico a humildade e o dom de servir.”

3º Dia

“Os escribas e os fariseus trouxeram-lhe uma mulher que fora apanhada em adultério. Puseram-na no meio da multidão e disseram a Jesus: ‘Mestre, agora mesmo esta mulher foi apanhada em adutério. Moisés mandou-nos na lei que apedrejássemos tais mulheres. Que dizes tu a isso?’. Jesus, porém, se inclinou para frente e com a mão escrevia na terra. Como eles insistissem, ergueu-se e disse: ‘Quem de vós estiver sem pecado, seja o primeiro a lhe atirar uma pedra’. Eles foram se retirando um a um, até o último… Jesus ficou sozinho, com a mulher diante Dele, perguntou-lhe: ‘Ninguém te condenou?’. Respondeu ela: Ninguém, Senhor’. Disse-lhe, então, Jesus: ‘Nem eu te condeno, vai e não tornes a pecar.’ (João 8: 3-5.6b-9.10-11). Jesus, como a pecadora deste Evangelho, preciso muitíssimo do teu perdão. Com tuas mãos benditas, toca agora e transforma meu coração — tão duro quanto as pedras das mãos dos fariseus — num coração de carne, que saiba perdoar porque foi perdoado por ti. Amém.”
Repita muitas vezes, neste 3º dia, a seguinte jaculatória:“Jesus, pelo poder do teu sangue Redentor, suplico o teu perdão e a graça de aprender a perdoar.”

4º Dia

“Apresentaram-lhe, então, crianças para que as tocasse; mas os discípulos repreendiam os que as apresentavam.
Vendo-os, Jesus indignou-se e disse-lhes: ‘Deixai vir a mim os pequeninos e não os impeçais; porque o Reino de Deus é daqueles que se assemelham a eles. Em verdade vos digo, todo o que não receber o Reino de Deus com a mentalidade de uma criança, nele não entrará’. Em seguida, Ele abraçou e abençoou as crianças, impondo-lhes suas mãos.’ (Marcos 10: 13-16). Jesus, volta o teu olhar para a minha infância, quando só havia pureza em mim. Dá-me de novo aquele coração puro. Contigo, sei que isso é possível! Com tuas mãos puríssimas, purifica o meu interior e devolve-me a alegria de fazer deste pobre coração a tua morada. Amém.”
Repita muitas vezes, neste 4º dia, a seguinte jaculatória:“Jesus, pelo poder do teu sangue Redentor, suplico que purifiques o meu coração.”

Leia mais

Preces poderosas para ter um trabalho abençoado

Entenda o significado religioso da Santíssima Trindade

Oração de São Judas Tadeu para os momentos de dificuldade

5º Dia

“Ao sair de Jericó, uma grande multidão o seguiu. Dois cegos, sentados à beira do caminho, ouvindo dizer que Jesus passava, começaram a gritar: ‘Senhor, Filho de Davi, tem piedade de nós!’. A multidão, porém, os repreendia, para que se calassem. Mas, eles gritavam ainda mais forte: ‘Senhor, Filho de Davi, tem piedade de nós!’. Jesus parou, chamou-os e perguntou-lhes: ‘Que queres que eu vos faça?’. ‘Senhor, que nossos olhos se abram!’. Jesus, cheio de compaixão, tocou-lhes os olhos com as mãos. Instantaneamente recobraram a vista e puseram-se a segui-lo’ (Mateus 20: 29-34). Coloco-me hoje também em teu caminho para suplicar: ‘Jesus, Filho de Davi, tem piedade de mim!’. Senhor, volve para mim o teu olhar e vê como o meu corpo, a minha mente e a minha alma necessitam urgentemente de cura. Impõe sobre mim tuas mãos milagrosas e realiza esta cura profunda e total que tanto espero para poder servi-lo muito mais e melhor. Amém.”
Repita muitas vezes, neste 5º dia, a seguinte jaculatória:“Jesus, pelo poder do teu sangue Redentor, suplico minha cura profunda e total”

6º Dia

“Durante a refeição, Jesus tomou em suas mãos o pão, abençoou-o, partiu-o e o deu aos seus discípulos, dizendo: ‘Tomai e comei, isto é o meu corpo’. Tomou depois o cálice, rendeu graças e o deu, dizendo: ‘Bebei dele todos, porque isto é o meu sangue, o sangue da nova aliança, derramado por todos, em remissão dos pecados’ (Mateus 26: 50b-52). Jesus, meu coração transborda de gratidão porque, mesmo sabendo que eu jamais teria merecimento para receber tal graça, tu te fazes alimento
no altar, oferecendo-te a mim pelas mãos dos sacerdotes e ministros, extensão de tuas mãos generosas. Dá-me a graça de sempre buscá-lo com ardor, para que eu não desfaleça no meio da jornada rumo ao teu encontro. Amém.”
Repita muitas vezes, neste 6º dia, a seguinte jaculatória:“Jesus, pelo poder do teu sangue Redentor, suplico que jamais me falte o pão da vida.”

7º Dia

“Chegados ao lugar chamado Calvário, ali o crucificaram, como também os ladrões, um à direita e outro à esquerda. Era quase à hora sexta e em toda a Terra houve trevas até a hora nona. Escureceu-se o sol e o véu do templo rasgou-se ao meio. Jesus deu, então, um grande brado e disse: ‘Pai, nas tuas mãos, entrego o meu espírito’ (Lucas 23:44-46). Jesus, hoje entendi porque abraçaste com tanto amor a tua cruz. É que através dela provavas teu amor eterno por mim e conquistavas, ao preço de teu preciosíssimo sangue, a minha salvação. Com a ajuda de tuas mãos chagadas, a partir de agora, quero abraçar também com amor a minha cruz, pois entendi que só através dela poderei ser eternamente feliz contigo. Amém.”
Repita muitas vezes, neste 7º dia, a seguinte jaculatória:“Jesus, pelo poder do teu sangue Redentor, suplico a graça de suportar minha cruz a cada dia.”

8º Dia

“Junto à cruz de Jesus estava de pé sua Mãe. Quando Jesus a viu e junto dela o discípulo que amava, disse à sua Mãe:
‘Mulher, eis aí o teu filho’. Depois disse ao discípulo: ‘Eis aí a tua Mãe’. E desta hora em diante o discípulo a levou para
a sua casa’ (João 19: 25a.26-27). Jesus, tua Mãe, que foi a primeira a ver, segurar e beijar tuas mãozinhas em Belém, foi
também a primeira a ver, segurar e beijar tuas mãos adoradas, atravessadas e ensanguentadas, quando te depositaram,
sem vida, em seu colo. Aceitar Maria e chamá-la de minha Mãe é desejar que Ela esteja comigo, conduzindo-me pela
mão, agora e na hora da minha morte, como sempre esteve contigo. Amém.”
Repita muitas vezes, neste 8º dia, a seguinte jaculatória:“Jesus, pelo poder do teu sangue Redentor, suplico a presença maternal de Maria junto a mim.”

9º Dia

“Estando trancadas as portas, Jesus pôs-se no meio deles e disse: ‘A paz esteja convosco!’. Depois disse a Tomé: ‘Introduz aqui o seu dedo, e vê as minhas mãos. Respondeu-lhe Tomé: ‘Meu Senhor e meu Deus’ (João 20: 26b-28). Jesus, nas tuas mãos ressuscitadas e estendidas em minha direção, deposito a minha vida, e concedo a ti, meu Senhor e meu Deus, plena liberdade de dispores de mim segundo a tua santa vontade. Dá-me, apenas, a graça da fidelidade total até o último instante de minha vida e serei eternamente grato a ti. Amém.”
Repita muitas vezes, neste 9º dia, a seguinte jaculatória: “Jesus, pelo poder do teu sangue Redentor, suplico a graça de ser fiel a ti até o fim. Senhor, fazei com que nós ouçamos o vosso apelo em Caná: ‘Fazei tudo o que Jesus vos disser!’, e, assim, vivamos somente por Jesus, com Jesus e em Jesus nas nossas vidas, amém. Nossa Senhora das Graças, derramai sobre nós as vossas graças.”

Texto: Redação Alto Astral | Edição: Beatriz Albuquerque | Design: Deicimar Machado