Meditação para iniciantes: encontre o equilíbrio interior

A meditação é uma ótima saída para quem está estressado ou com ansiedade. Mas não tem problema se você nunca meditou, qualquer um pode. Aprenda agora!

None
Foto: Shutterstock

por Redação Alto Astral
Publicado em 16/02/2017 às 11:29
Atualizado às 17:32

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Qualquer pessoa pode começar a meditar, basta ter força de vontade. Você pode começar com cinco minutos por dia e ir aumentando gradualmente. Hoje existem até aplicativos de celular especialmente desenvolvidos para auxiliar nesta prática. A meditação te ajuda a se sentir mais relaxada e preparada para enfrentar o dia a dia. Confira!

mulher meditando

Foto: Shutterstock

Aprenda a fazer a meditação e sinta-se mais tranquila:

A professora de ioga, Denise Dourado, ensina como iniciar no Método da Respiração:

1) Com a coluna ereta, sente-se em uma almofada ou cadeira. Feche os olhos.

2) Inspire e expire. Sinta o ar entrando e saindo.

3) Observe o movimento do abdômen subindo quando o ar entra e descendo quando o ar sai.

4) Escolha um desses pontos e foque só nele. Concentre-se nisto e observe sem interferir.

5) Se você perder a concentração ou se apegar a um pensamento, simplesmente volte ao seu foco e continue a meditar.

Principais dificuldades

Mesmo que você tenha força de vontade, no início é muito difícil controlar a mente. Isso porque ela trabalha incansavelmente e incessantemente e, por isso, mesmo que seja por pouco tempo, os pensamentos vão tomar conta desse momento de tranquilidade. Mas não desanime! Com a prática diária, você vai perceber que, aos poucos, a sua mente vai se acalmar.

Nesse momento, é importante estipular um objetivo por dia, até mesmo para respeitar o seu estado emocional e físico. Outro problema que pode surgir ao passar dos dias são as dores no corpo: cansaço, dor nas costas, nos joelhos… Mas você não pode alimentá-las, por isso, é importante observar se está realmente se sentindo bem e continuar com o seu foco. Logo, esses problemas vão cair no seu esquecimento e, assim, vai ser possível treinar essa técnica de relaxamento.

Não deixe que a frustração leve você à desistência. Ela vai surgir no começo, mas você precisa ser mais forte. Ainda mais porque esse tipo de sentimento traz outras sensações ruins, como a ansiedade. Então, seja paciente e não crie tantas expectativas – princípios básicos para quem quer começar a meditar.

Pontos importantes a serem seguidos: 

Frequência e tempo: a frequência é um dos aspectos mais importantes para se manter nessa caminhada. No início, é muito mais válido que você pratique a meditação todos os dias por dois minutos no máximo, do que tentar uma vez na semana por mais tempo. Para se disciplinar e habituar o seu corpo, é necessário que estipule um horário para a realização dessa atividade. Faça isso, preferencialmente, depois de uma atividade rotineira, como escovar os dentes.

Local: você pode praticar a meditação em qualquer lugar, mas para realmente criar um ritual, é indicado que escolha um ambiente específico. Procure um local que seja mais calmo, sem a movimentação das pessoas ou qualquer outro tipo de barulho que interfira no processo.

Postura:mantenha sempre a coluna ereta, isso vai facilitar na concentração e vai diminuir as chances de que o sono atrapalhe. Caso ache difícil, você também pode se apoiar em uma parede. O ideal é ficar com as pernas cruzadas – se quiser, apoie-se em uma almofada. Existem várias posições que derivam da de lótus, por isso, pesquise quais são as que deseja praticar. Você pode começar em uma cadeira, com os pés apoiados no chão e as mãos apoiadas no colo, uma sobre a outra. É importante que feche os olhos para não se distrair.

LEIA TAMBÉM

Consultoria: Denise Dourado, professora de yoga 

Edição: Rafael Barbosa/Colaborador | Design: Deicimar Machado

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.