Relembre frases de Chico Xavier

O maior médium brasileiro teria hoje 107 anos se estivesse vivo. Veja alguns detalhes sobre sua vida e relembre algumas frases de Chico Xavier.

None
Foto: Alto Astral

por Vítor Ferreira
Publicado em 02/04/2017 às 00:30
Atualizado às 12:02

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Francisco Cândido Xavier, mais conhecido como Chico Xavier teria 107 anos hoje (02/04). Nascido em 1910, o maior médium brasileiro viveu uma vida simples, dedicando-se as obras de Cristo e à Espiritualidade, com os conselhos passados pelo seu mentor Emmanuel. Dirigiu-se, desde a juventude, quando já ouvia e escrevia ditados soados por espíritos, as necessidades dos sofredores e aqueles que buscavam uma resposta para seus tormentos. Como pregou amor por onde passava, atualmente é admirado como umas personalidades mais importantes do país. As frases de Chico Xavier repercutem até hoje, lembradas com muito carinho.

Chico Xavier

Chico Xavier completaria 107 anos no dia 2 de abril. Foto: Divulgação

Relembre algumas frases de Chico Xavier:

A história de Chico Xavier

Órfão de mãe muito cedo, Chico Xavier tinha nove irmãos, consequentemente o pai não possuía condições de criá-lo sozinho. Então, aos cinco anos de idade, passou a morar com a madrinha, Dona Rita. Para amenizar o sofrimentos que passava e diminuir o som das vozes que escutava dentro da sua cabeça, rezava todos os dias no quintal da casa. Com as preces encontrou consolo até entrar na escola. Foi neste período que surgiram de fato suas primeiras manifestações psicográficas, escrevendo poemas narrados por espíritos, que também começaram a controlar suas mãos.

Foi aos dezessete anos de idade, em 1927, na cidade de Pedro Leopoldo, que Chico Xavier escreveu seus primeiros textos psicografados. A partir daí ele não parou mais, registrando incontáveis páginas, divulgando obstinadamente a doutrina dos espíritos. Escreveu cerca de 400 livros, todos produzidos em conversas com almas do além. Durante sua vida toda sofreu com ataques de infiéis, com incredulidade e hostilidade. Até no momento em que apresentou quadro clínico grave, com problemas nos pulmões e nos olhos, teve que comprová-los para satisfação de quem desconfiava.

No dia 30 de junho de 2002, Chico Xavier morreu em sua casa, aos 92 anos. O médium estava acamado por pneumonia e labirintite, entre outras adversidades de saúde. Todos os direitos autorais foram doados para organizações espíritas e beneficentes, como um último presente para seus seguidores. Chico foi um verdadeiro exemplo de vida e amor ao próximo.

LEIA TAMBÉM

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.