Após ter um filho, quem dorme menos: homens ou mulheres?

Pesquisadores dos Estados Unidos fizeram estudo a partir da seguinte pergunta: Quem dorme menos após ter um filho? Homens ou mulheres? Confira a resposta!

mulher tentando fazer o bebê dormir na cama de casal enquanto o pai dorme do lado
Por Denis Eric - 10/03/2017

Posso retomar minha vida sexual? Durante a quarentena, o médico não recomenda a prática sexual. Isso porque "a pele da vagina, chamada mucosa vaginal, encontra-se mais fina e sensível, o que pode tornar a relação dolorosa para a mulher", explica Jurandir. Além disso, tanto a cavidade uterina quanto os líquidos presentes apresentam bactérias que aumentam o risco de infecção tanto na mãe quanto no parceiro caso este esteja desprotegido. Porém, depois do resguardo, ainda que a mulher não esteja totalmente recuperada, já é possível reincorporar o sexo no dia a dia. - Foto: iStock

Se a sua resposta foi as mulheres, você acertou. Ao contrário das mães, os homens não perdem suas horas de sono com as crianças. Essas informações são de uma pesquisa recente pela Academia Americana de Neurologia que analisou os hábitos de sono de 5805 pessoas nos Estados Unidos. Os entrevistados responderam perguntas sobre o quanto têm dormido e quantos dias se sentiram cansados no último mês e, para a análise, foram considerados fatores como idade, educação, estado civil, número de crianças na casa, renda e outros.

 

mulher tentando fazer o bebê dormir

Segundo estudo recente, as mulheres sofrem mais com insônia após o nascimento do filho Foto Istock.com/getty images

 

Das três mil mulheres, foi notado que o único fator associado com dormir ou não o suficiente foi a presença de crianças na casa, com cada criança aumentando em 50% as chances de falta de sono. Já para os homens, esse fator não influenciou as respostas. “Eu acho que esses resultados podem apoiar essas mulheres que dizem se sentar exaustas”, afirmou a autora do estudo, Kelly Sullivan. Enquanto 62% das mulheres sem filhos afirmaram estar dormindo no mínimo sete horas por dia, apenas 48% das com crianças deram a mesma resposta.

A pesquisadora explica que dormir o suficiente é um componente chave da saúde de maneira geral e pode impactar o coração, a mente e o peso. Portanto, é importante entender o que está impedindo as pessoas de dormirem o quanto precisam. Pelo que o estudo mostra, dividir melhor as responsabilidades com os filhos dentro de casa pode ajudar a melhorar a saúde das mulheres.

 

Leia também: