Luxo, homenagens e tributo às mulheres negras na segunda noite de desfiles no Carnaval do Rio

Crítica à corrupção do Brasil também foi tema de uma das escolas do Grupo Especial do Rio de Janeiro; veja fotos

luxo, homenagens e tributo às mulheres negras na segunda noite do Carnaval do Rio
Por Maraisa Bueno - 13/02/2018

Foto: AgNews

Luxo, homenagens e tributo às mulheres negras. A Sapucaí novamente foi o palco para a segunda noite de desfiles das escolas do grupo especial, no Rio de Janeiro, na noite dessa segunda (12).

Quem abriu o desfile foi a Unidos da Tijuca, fazendo uma homenagem ao escritor, diretor e ator Miguel Falabella. Um time de famosos passou nos carros alegóricos, com direito a Marisa Orth sambando como Magda, de “Sai de Baixo”.

Já a Portela fez um desfiles lembrando os judeus que se refugiaram em Pernambuco na época da dominação holandesa. A União da Ilha levou a culinária brasileira para a Sapucaí.

Mas também houve mais homenangens na Sapucaí. Dessa vez às mulheres negras e guerreiras, feita pela Salgueira, com Viviane Araújo vestida de rainha-faraó do antigo Egito.

A Imperatriz contou a história do Museu Nacional, envolvendo história e ciência. A Beija-Flor também contou uma história: dos 200 anos de “Frankenstein”, criticando as mazelas sociais do Brasil.

E, ao redor do luxo, homenagens e tributo às mulheres negras, muitos famosos não só desfilaram, mas também aproveitaram a folia nos camarotes da Sapucaí.

Luxo, homenagens e tributo às mulheres negras…veja fotos:

E quais das fantasias das musas do Carnaval 2018 você mais gostou! Escolha a sua preferida!

LEIA TAMBÉM: