Legado: 5 lições de Frida Kahlo para se manter motivada

A mexicana Frida Kahlo surpreendeu o mundo tanto por meio de sua arte quanto pela forma de enxergar e viver a vida. Conheça algumas das lições de Frida por meio de suas frases!

lições de frida kahlo
Por Vinicius Galico - 28/11/2018

Foto: Reprodução/Nickolas Muray

O legado deixado por Frida Kahlo para o mundo não se limita à sua arte, pinturas e quadros. A forma de enxergar e viver, de se expressar e sentir cada vão momento nos ensinam muitas lições sobre como podemos aproveitar melhor a nossa passagem nesta vida. As frases a seguir são parte do diário pessoal da pintora, ou foram citadas por ela em algum momento, e traduzem um pouco dos grandes aprendizados que podemos obter. Conheça algumas das lições de Frida!

Lições de Frida Kahlo: conheça 5 frases motivadoras

“Pés, para que os quero, se tenho asas para voar?”

A vida de Frida foi marcada por adversidades desde o início. Doenças, acidentes, problemas para se encaixar nos padrões femininos da época e relacionamentos conturbados são alguns dos desafios enfrentados por ela. No entanto, Frida sempre encontrou formas de dar a volta por cima e deixou para nós lições não só artísticas, mas de inspiração para viver a vida.

“Pensaram que eu era surrealista, mas nunca fui. Nunca pintei sonhos, só pintei a minha própria realidade”

Definitivamente, Frida não estava inserida nos padrões e estereótipos femininos da época e não fazia nenhuma questão de estar. Dona de um estilo autêntico, florido e exuberante, que misturava elementos da cultura mexicana local e europeia, a pintora mostrou que o importante é sentir-se bem consigo mesma, não importando o quão diferente e surreal possa parecer.

“Não estou doente. Estou partida. Mas me sinto feliz por continuar viva enquanto puder pintar”

Frida queria ser médica, mas o acidente que quase tirou a sua vida aos 18 anos a afastou dos estudos por mais de um ano, e acabou sendo uma reviravolta em sua trajetória. Impossibilitada de se movimentar, descobriu o prazer da pintura enquanto recuperava-se e não hesitou em encarar novos rumos para a sua vida – mesmo que incertos num primeiro momento.

“Amuralhar o próprio sofrimento é arriscar que ele te devore a partir do teu interior”

lições de Frida

Foto: divulgação

Guardar as tristezas e angústias da vida dentro de si, sem expô-las, sem compartilhá-las, pode ser muito prejudicial. Frida buscava lidar com seus problemas de uma forma diferente, exteriorizando-os. Em seus retratos, ela registrou as dores, os abortos, os problemas conjugais e, com isso, demonstrou a beleza de olhar para dentro, para si, e encarar o que estiver sendo negativo em sua vida.

“Nada é absoluto. Tudo muda, tudo se move, tudo gira, tudo voa e desaparece”

A vida é impermanente e todas as coisas devem passar. Frida demonstrava isso a cada dia, vivendo intensamente, sendo autêntica e superando dificuldades. É por isso que, apesar de ter tido uma vida curta, sua história é tão fascinante: ela viveu cada momento como se fosse único. É como ela também disse certa vez: “cada tic tac é um segundo da vida que passa, foge, e não se repete. E há nele tanta intensidade, tanto interesse, que o problema é só sabê-lo viver.”

LEIA TAMBÉM: