Lições de Chico Xavier sobre caridade e humildade

Inspire-se nas mensagens do médium Chico Xavier sobre caridade e humildade, faça a vida de alguém mais feliz e alimente sua alma com prosperidade!

Ilustração de Chico Xavier
Ilustração: Divulgação

Pai da Doutrina Espírita no Brasil, Chico Xavier dedicou toda a vida a fim de propagar o bem ao próximo, através de suas lições e sua mediunidade. Para alimentar sua alma com prosperidade, confira algumas mensagens psicografadas pelo médium sobre caridade e a humildade!

Chico Xavier psicografando com imagem do planeta Terra ao fundo

Foto: iStock

A caridade é a salvação

“Caridade é, sobretudo, amizade. Para o faminto é o prato de sopa. Para o triste é a palavra consoladora. Para o mau é a paciência com que nos compete auxiliá-lo. Para o desesperado é o auxílio do coração. Para o ignorante é o ensino despretensioso. Para o ingrato é o esquecimento. Para o enfermo é a visita pessoal. Para o estudante é o concurso no aprendizado. Para a criança é a proteção construtiva. Para o velho é o braço irmão. Para o inimigo é o silêncio. Para o amigo é o estímulo. Para o transviado é o entendimento. Para o orgulhoso é a humildade. Para o colérico é a calma. Para o preguiçoso é o trabalho. Para o impulsivo é a serenidade. Para o leviano é a tolerância. Para o deserdado da Terra é a expressão de carinho. Caridade é amor em manifestação incessante e crescente. É o sol de mil faces brilhando para todos e o gênio de mil mãos, amparando, indistintamente, na obra do bem, onde quer que se encontre, entre justos e injustos, bons e maus, felizes e infelizes, por que, onde estiver o espírito do Senhor aí se derrama a claridade constante dela, a benefício do mundo inteiro.”
(Emmanuel, psicografado por Chico Xavier na obra Viajor)

O perdão

“Use o tostão que sobra e que em nada te aproveita. Dar sempre é exemplificar a caridade perfeita! Caridade é, muitas vezes, fazer-se sempre o menor. Está na luz da humildade a caridade melhor. Caridade é perdoar a quem te causa uma dor. É converter todo o espinho numa braçada de flor. Caridade, enfim, na Terra é buscar a perfeição, A perfeição de si mesmo no templo do coração.”
(Casimiro Cunha, psicografado por Chico Xavier em 1938)

Amor e humildade

“Nós viveremos, universo afora, Trazendo dentro d’alma a vida acesa No ritmo da luz da natureza, Que é a eterna vibração da eterna aurora. A dor, somente a dor nos aprimora, Nos caminhos da prova e da aspereza, elevando a nossa alma na grandeza da grande claridade redentora. Somos os lutadores peregrinos, sonhando pela estrada dos destinos, um castelo de paz, ventura e glórias. Sabemos do passado envolto em ruínas que a luz do amor e as rudes disciplinas, são as chaves das últimas vitórias.”
(Raul de Leoni, soneto psicografado por Chico Xavier em 1936)

Sem magoas no coração

“A humildade não está na pobreza, não está na indigência, na penúria, na necessidade, na nudez e nem na fome. A humildade está na pessoa que tendo o direito de reclamar, julgar, reprovar e tomar qualquer atitude compreensível no brio pessoal, apenas abençoa.”
(Emmanuel, psicografado por Chico Xavier)

Renovação e fé

“Alguém hoje ainda, talvez te procure pedindo auxílio. Alguém que provavelmente não fale, mas que trará nos olhos ou nos próprios atos a súplica de amparo que a palavra nem sempre diz. Alguém que terá errado a rogar-te um gesto de simpatia, a fim de retificar-se; Que se vê sob o frio da angústia, esmolando segurança; Que haverá perdido afeições inesquecíveis no nevoeiro da morte, a implorar-te reconforto; Que padecerá solidão, mendigando momentos de companhia. Não te afirmes incapaz, nem te digas inútil. Auxilia como puderes. O Céu saberá usar-te. Organiza as tuas prateleiras de bondade e serve esperança e coragem aos que te busquem apoio. Oferece-te para o trabalho do bem, como te encontras e tal qual és, fazendo o melhor de ti. Não temas. Se desejas renovação e se tens fé, podes claramente entrar no serviço ao próximo, a colaborar no supermercado da luz, entregando as bênçãos de Deus.”
(Meimei, psicografado por Chico Xavier)

LEIA TAMBÉM

Texto: Redação Alto Astral | Edição: Rafael Barbosa/Colaborador | Design: Aline Barudi