Beber leite ajuda na recuperação dos músculos do corpo

Beber leite ajuda na recuperação dos músculos do corpo

Descubra por que incluir o leite na alimentação é uma forma eficaz de proteger os músculos e beneficiar todo o organismo!

O consumo frequente de leite ajuda na recuperação dos músculos.
O consumo frequente de leite ajuda na recuperação dos músculos. FOTO iStock.com/Getty Images

Após um exercício cansativo, é preciso encontrar maneiras de recuperar o desgaste do corpo causado pelo esforço físico. E sabe quem é um dos aliados nessa missão? O leite! Além de todos os benefícios de consumi-lo com frequência, o leite ajuda na recuperação dos músculos! Por isso, é importante ingerir a bebida após a realização de uma atividade ou, então, apostar em algum alimento que contenha o leite em sua composição.

Por que o leite ajuda na recuperação dos músculos?

A principal característica que faz do leite um amigo dos músculos é o fato de ele ser fonte de proteína, nutriente essencial na manutenção da massa magra. “As proteínas são essenciais para o crescimento e a manutenção dos componentes do organismo. Todos os tecidos, nervos, músculos, órgãos internos, pele, cabelos e unhas são dependentes de proteína”, explica a nutricionista Patrícia Davidson.

A presença das proteínas na alimentação favorece o emagrecimento. Graças a elas, o corpo constrói a massa magra, que são os músculos. Como eles exigem mais calorias para sua manutenção, acabam queimando a gordura estocada. Tudo isso desde que haja uma rotina de exercícios físicos, claro. A escolha das fontes certas de proteína também é fundamental: “O ideal é dar preferência às proteínas magras, que estão no peito de frango, no filé de peixe e em carnes vermelhas como coxão duro e patinho. Os laticínios devem ser escolhidos na sua forma desnatada, no caso de leite e iogurte. Queijos brancos só com o teor de gordura reduzido”, recomenda a nutricionista Lara Natacci Cunha.

Tanto o leite quanto seus derivados são aliados da boa saúde.

Tanto o leite quanto seus derivados são aliados da boa saúde. FOTO iStock.com/Getty Images

Atenção: nada de exagero

As proteínas são vitais para o organismo, mas isso não significa que encher o prato somente com carnes e ovos será garantia de saúde favorecida. O exagero dessas substâncias também pode ser nocivo e apresentar um perigoso efeito colateral: “A proteína em excesso pode sobrecarregar o sistema renal e hepático, além de ser acumulada em forma de gordura, se não for utilizada pelo organismo”, esclarece Lara.

A especialista complementa: “Podemos colocar como média a ingestão de 0,8g de proteína diária para cada quilo do peso corporal. Dessa forma, uma pessoa que pesa 60kg deve consumir cerca de 48g de proteínas por dia”.

Consultoria Lara Natacci Cunha e Patrícia Davidson, nutricionistas

 

LEIA TAMBÉM: