Infecções urinárias: saiba mais sobre a doença e como se proteger!

Infecções urinárias: saiba mais sobre a doença e como se proteger!

Infecções urinárias são doenças comuns, mas que podem avançar e trazer muitos riscos à saúde. Saiba mais sobre o assunto e confira os mitos e verdades!

Na imagem, uma mulher contorce a barriga de dor. Infecções urinárias.
(Foto: Reprodução/Shutterstock Images)

As infecções urinárias não são raras e atingem, em maioria, as mulheres. Geralmente alguns maus hábitos são os causadores principais da doença, assim, entender como ela surge é o melhor método para evitá-la. É importante lembrar que, apesar de comum, as infecções podem se proliferar e levar a pessoa ao óbito. Saiba mais sobre o problema, os mitos e as verdades!

Infecções urinárias

A doença acontece quando um micro-organismo entra no sistema urinário e, muitas vezes, é causada por uma das bactérias que existem no intestino, chamadas de coliformes fecais. Apesar das Escherichia coli serem essenciais na digestão, quando elas saem com as fezes podem acabar entrando na uretra e se instalando na bexiga, gerando dores ao urinar e na pélvis, bem como o xixi pode conter sangue.

Ao sentir os sintomas, a pessoa deve ir ao médico rapidamente. Isso porque, se o quadro não for tratado, as bactérias continuam a se proliferar, podendo se espalhar para outras partes do corpo e levar o paciente a morte.

Mitos e verdades

É importante lembrar que, além do calor e umidade, os micro-organismos amam a menstruação. Assim, não deixe de trocar regularmente os absorventes, principalmente o interno. Além disso, as mulheres evitam usar banheiros públicos por não poderem sentar no vaso sanitário. Contudo, os agentes causadores das infecções urinárias estão dentro do seu corpo, ou na superfície da região íntima. Assim, não segure a urina! Mas ainda atente-se à higiene do local.

Do mesmo modo, a limpeza da região influencia sua defesa e, por isso, lave apenas com água e sem utilização de sabonetes (na parte interna dos grande lábios), lenços umedecidos ou papel higiênico com aroma ou cor. Bem como, após fazer as necessidades, leve o papel da frente (vagina) para trás (ânus), evitando que as bactérias das fezes entrem em contato com a uretra!

LEIA TAMBÉM

Texto: Camila Ramos