Raciocínio: veja sua importância no dia a dia

Ter um raciocínio lógico desenvolvido é mais essencial no seu dia a dia do que você imagina. Veja a importância de manter essa habilidade em dia

homem concentrado - raciocínio
FOTO: Shutterstock Images

Usamos o raciocínio para praticamente todas as atividades que desempenhamos no dia a dia, ainda que não nos demos conta. E raciocinar não significa somente resolver equações matemáticas: é preciso estar preparado intelectualmente, o que se consegue por meio do treino.

“Podemos dizer que estudar matemática, por exemplo, é uma ferramenta importante para que o aluno adquira o hábito de estudo. Os treinos diários possibilitam a conquista de resultados eficazes que serão aplicados nas atividades da escola, do trabalho ou do dia a dia”, afirma Fabiana.

homem concentrado - raciocínio

FOTO: Shutterstock Images

É possível encontrar centros de estudos que desenvolveram suas próprias metodologias para a ginástica cerebral. É o caso do SUPERA e do Kumon, que atendem crianças e adultos visando a melhora do raciocínio. “O protagonista do estudo é o próprio estudante; nós apenas o ajudamos a desenvolver seu potencial por conta própria”, conta Fabiana sobre o método Kumon.

Colocando o raciocínio para funcionar

Assim como não é possível fazer exercícios físicos em qualquer lugar, a hora de deixar o cérebro em forma também requer um cuidado especial. Fabiana Cardoso de Oliveira, chefe do departamento de matemática do Kumon, dá algumas dicas para seguir em casa:
1 • Escolha um local ideal, preferencialmente silencioso;
2 • Estabeleça um horário;
3 • Tenha uma quantidade de folhas do material didático que permita a continuidade do estudo sem interrupções;
4 • Não acumule dúvidas;
5 • Aprenda com os erros;
6 • Registre o tempo ao estudar para avaliar se ocorre ou não dentro do esperado.

Os pais também têm papel fundamental nos treinos, como destaca Fabiana: “eles podem contribuir propiciando o local de estudos, incentivando os filhos a manterem este hábito, acompanhando seus aprendizados e elogiando sempre, inclusive nas pequenas conquistas. Tudo isso vai motivá-los a se desenvolverem ainda mais”.

 

Leia também!

Raciocínio: sabia que existem vários tipos?

4 dicas para manter o cérebro sempre jovem

O que é ginástica cerebral?

 

Texto e entrevistas: Natália Negretti – Edição: Giovane Rocha/Colaborador

Consultoria: Fabiana Cardoso de Oliveira, chefe do departamento de matemática do Kumon