Conheça a história da mulher muçulmana que administra uma empresa e educa 14 filhos em casa

Tammie Umbel tem uma trajetória inspiradora: muçulmana e dona de uma empresa que vale mais de 5 milhões, ela também educa 14 filhos em casa

Conheça a história da mulher muçulmana que administra uma empresa e educa 14 filhos em casa
Por Vitoria Pereira - 05/09/2017

Foto: Reprodução/Getty Images/BBC

Tammie Umbel é uma mulher muçulmana bem-sucedida, com uma história de vida surpreendente. Hoje, é também a dona de uma empresa de cosméticos naturais, a Shea Terra Organics, avaliada em mais de 5 milhões de reais. Para construir essa carreira, ela nunca precisou de empréstimos em bancos e nem investidores externos. “Queria fazer a empresa crescer do jeito antigo: vender, fazer dinheiro e reinvestir”, contou ela ao jornal americano The Washington Post.

A empresa é conhecida por criar produtos naturais para o corpo usando especiarias trazidas de países como Madagascar, Marrocos, Egito e Tanzânia. Alguns deles são bem conhecidos no Brasil, como o óleo de argan e a manteiga de karité. A inspiração surgiu depois de descobrir esses ingredientes sendo usados em aldeias humildes nas regiões. “Sou muçulmana e acredito que, fazendo as coisas bem, uma pessoa é recompensada”, contou ela em entrevista à BBC.

Além de ser pioneira no negócio, ela também chama a atenção pelo modo diferente com que educa os filhos. Umbel vive com o marido, um médico paquistanês, e os 14 filhos em um sítio sem muito acesso à tecnologia ou televisão. É dentro de casa que ela dá educação para eles, que têm idades entre 4 e 26 anos. Segundo a empresária, quatro deles já estão na universidade, fazendo cursos como Medicina, Engenharia e Cibersegurança.

Atualmente, Umbel sediou sua empresa em Virgínia, nos Estados Unidos, e faz grandes vendas pela internet. Segundo ela, a principal diferenciação de seu negócio é que usa produtos naturais verdadeiros, com grande concentração dos ingredientes. “Foi muito difícil competir, porque não estou disposta a sacrificar a qualidade dos meus produtos para faturar mais”, contou à BBC.

LEIA TAMBÉM