Harry Potter e a Pedra Filosofal completa 15 anos hoje. Confira!

Primeiro filme da série consagrada no mundo todo, Harry Potter e a Pedra Filosofal completa hoje 15 anos de seu lançamento

Harry Potter, cartaz, filme
FOTO: Divulgação/Warner Bros

Abrindo a série de filmes contemplada com sucesso mundial, Harry Potter e a Pedra Filosofal completa hoje 15 anos de seu lançamento. Confira algumas informações e curiosidades do filme!

Harry Potter, cartaz, filme

FOTO: Divulgação/Warner Bros

Primeiro ano na escola

O filme é uma adaptação para o cinema do primeiro livro da saga Harry Potter, escrita pela autora britânica Joanne K. Rowling. Na obra, o jovem Harry Potter descobre que é, na verdade, filho de bruxos, e recebe uma (várias, na verdade) carta comunicando-o de que está matriculado na Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts. Apesar da resistência de seus tios, por quem ele foi criado, o rapaz acaba sendo levado por Hagrid, o guarda-caça da futura escola de Harry, e que na saga é um de seus mais leais amigos. E, por falar em amizade, é já neste filme que Harry conhece Ronald Weasley (Rupert Grint) e Hermione Granger (Emma Watson), formando um dos trios mais famosos do cinema já no início do longa, ainda dentro do trem que vai para Hogwarts. Que tal relembrar um pouco?

O dono da cicatriz (e do papel)

É difícil imaginar Harry Potter com outro rosto que não seja o de Daniel Radcliffe, não é mesmo? Entretanto, a escolha do ator ideal para o personagem não foi fácil. Até encontrarem Radcliffe, que interpretou o personagem em todos os filmes da saga, os produtores do filme tiveram que entrevistar mais de 60 mil – isso mesmo, 60 mil! – crianças! Ainda bem que tanto esforço valeu a pena.

Harry Potter, segurando varinha, cicatriz

Mais de 60 mil crianças foram entrevistadas antes de Daniel Radcliffe (foto) ser escolhido para interpretar o bruxinho. FOTO: Divulgação/Warner Bros

Dessa vez não deu

Harry Potter e a Pedra Filosofal fez tanto sucesso que já no ano seguinte ao seu lançamento foi indicado para concorrer em três categorias do Oscar, que foram: Melhor Direção de Arte, Melhor Figurino e Melhor Trilha Sonora. Contudo, o filme não venceu em nenhuma. Triste? Nem tanto. Apesar de não receber nenhum prêmio, o lucro obtido com o longa se tornou a recompensa de seus produtores: nos Estados Unidos, em apenas três dias de exibição, o filme faturou U$ 93,5 milhões, batendo o recorde de melhor estreia em um fim de semana.

 

LEIA TAMBÉM

 

Texto: João Paulo Fernandes