Estudo diz que crianças vivem melhor quando há guarda compartilhada. Saiba mais!

A pesquisa foi feita pela Universidade de Estocolmo, na Suécia

Na foto há duas crianças rindo. A foto ilustra a matéria sobre a redução do estresse em crianças que t~em guarda compartilhada.
Foto: Pixabay

Na hora do divórcio, uma das preocupações do casal é como os filhos irão reagir e viver dali pra frente e se a mudança irá afetar seu desenvolvimento de alguma forma. Outra grande preocupação que acompanha a  separação de um casal com filhos é como será a guarda das crianças. A guarda compartilhada é uma das opções e existem diversos acordos que podem ser feitos considerando dias úteis, finais de semana e até casos em que a criança fica cada semana com um dos pais. Porém, algumas pessoas consideram que estas opções acabam sendo estressantes e desgastantes para a criança, criando uma ideia negativa sobre esse tipo de acordo.

Mas não é o que mostra um estudo realizado pela Universidade de Estocolmo, na Suécia. O pesquisador Jani Turunen comparou os níveis de estresse de crianças que vivem a guarda compartilhada e de outras que vivem apenas com um dos pais e os resultados mostraram que ter contato igual (ou o mais próximo da igualdade) com os dois é muito mais benéfico para as crianças.

Confira o que mais o estudo mostrou:

 

LEIA TAMBÉM: