Gente chata na internet: não faça parte desse grupo!

A etiqueta virtual é fundamental para não ter má fama no mundo virtual

mulher nervosa com gente chata na internet
Por Flávia Magalhães - 01/08/2018

Alguns hábitos incomodam os usuários nas redes sociais | Foto: Shutterstock

Reclamar da segunda-feira, pedir vidas no Candy Crush, xingar o juiz e comemorar a vitória do seu time de maneira provocativa, postar muitas selfies e mostrar o look do dia são atitudes comuns nas redes sociais, que se tornaram diários virtuais que narram o dia a dia de cada usuário. Porém, o que muitas pessoas não sabem é que essas atitudes são típicas de gente chata na internet e podem causar má fama na rede. Se você quer evitar essa situação, siga as dicas a seguir para não fazer feio no mundo virtual!

Etiqueta contra gente chata na internet

Laíze Damasceno, analista de perfil comportamental e diretora de uma empresa de comunicação, diz que, para evitar esse tipo de problema, é preciso que os usuários sigam uma etiqueta virtual. “Assim como fomos educados a praticar boas maneiras, no ambiente on-line existe a ‘Netiqueta’, um conjunto de regras não oficiais com o objetivo de evitar mal-entendidos na comunicação on-line”, explica.

Muitas pessoas acreditam que, por estarem protegidas atrás de uma tela e se tratar de um meio virtual, elas podem publicar o que querem. Mesmo assim, Laíze defende que é necessário ter educação se você não quiser fazer parte do grupo de gente chata na internet. “Devemos usufruir da praticidade e agilidade das redes, mas jamais nos esquecer de que estamos lidando com seres humanos, que merecem respeito e atenção”, argumenta. Para Ana Victorazzi, gerente de comunidades on-line de sites como Hypeness e Casal Sem Vergonha, “a melhor etiqueta para redes sociais é o bom-senso”, defende.

Tendo em vista a rápida transmissão de informações e a facilidade do compartilhamento das redes sociais, Janaína Depiné, consultora de etiqueta, explica que, ao fazer uma publicação, é necessário pensar a longo prazo. “Afinal, o que postamos nas redes sociais fica disponível para o mundo. Nossas opiniões, comentários, críticas e elogios estão lá, para quem quiser ver”, salienta.

O profissional nas redes sociais

Além de um microblog em que as pessoas podem escrever um pouco sobre tudo, as redes tornaram-se um meio pelo qual muitas empresas investigam o comportamento de seus funcionários e futuros contratados. Por meio delas, os contratantes conseguem rastrear gente chata na internet: se uma pessoa é encrenqueira, pessimista demais ou séria, por exemplo, há poucas chances de conseguir uma vaga de emprego. “Na hora de investir na carreira, tudo o que foi postado se volta contra o usuário. Facebook, Instagram e Twitter podem ajudar ou prejudicar uma contratação ou ascensão profissional”, explica Janaína. Além disso, ter muitas fotos com a língua de fora, em festas noturnas, ingerindo bebida alcoólica ou selfies, pode ser considerado falta de profissionalismo. “Pense nas redes como uma vitrine. Você pode mostrar um pouco do seu caráter e conduta”, complementa a consultora de etiqueta.

gente chata na internet posta foto de balada nas redes sociais

Festejar com os amigos é legal, mas as fotos podem comprometer sua carreira profissional. | Foto: iStock

A seguir, reunimos diversas dicas para que você saiba o melhor caminho de como se comportar nas redes sociais. Preste atenção e veja como se tornar uma pessoa agradável no mundo virtual. Aproveite!

  1. Dê um tempo! A rede social é um espaço para todos. Portanto, tome cuidado para não fazer muitas publicações em sequência, o que pode causar incômodo e mostrar o quão ocioso você está. “Esse hábito é conhecido como flood, e significa inundar as redes sociais com posts seus. Então, por mais que você queira compartilhar muitas fotos, status e imagens engraçadas, é melhor segurar a onda”, diz Janaína Depiné.
  2. Pedinte de jogos: Ninguém é obrigado a dar vidas extra no Candy Crush ou alimentar a sua vaquinha naqueles joguinhos do Facebook. Enviar muitas solicitações para seus contatos pode causar irritação e incomodar os amigos que não se interessam por isso.
  3. Ai, meus olhos! Ao realizar uma publicação ou enviar um e-mail, faça um texto uniforme, com cores e tipos de fontes iguais. Caso seja  necessário dar destaque a algum trecho do texto, faça-o em negrito ou itálico. Assim, as pessoas podem se ligar mais no conteúdo e nem tanto nos enfeites e na bagunça.
  4. Mentiras sociais: Não queria ir trabalhar, avisou o chefe que estava doente e que não poderia comparecer. No entanto, algum tempo depois, publica fotos na piscina do prédio com os amigos. O que será que o seu chefe pensaria de você? Essas mentiras sociais podem ser facilmente descobertas por meio das redes. Portanto, para evitar esse tipo de situação embaraçosa, seja sempre honesto.
  5. Verdadeiro ou falso? A internet está cheia de fake news, e compartilhá-las é coisa de gente chata na internet. Por conta disso, checar a veracidade de qualquer informação e a utilidade de links é imprescindível. O que é publicado na sua timeline é entendido como coisas que você gosta ou indica. “Veja se é algo que traz valor para seus seguidores, se é útil de alguma forma”, explica Janaína Depiné.
  6. (In)diretas: Se você está tendo problemas com alguém, a melhor alternativa é resolver os problemas pessoalmente. Além de as indiretas não funcionarem, elas também podem ser aplicadas a você. Além disso, outras pessoas podem se sentir atingidas mesmo não sendo o foco da mensagem. “Redes sociais não são consultório psicológico. O tiro geralmente sai pela culatra”, explica Ana Victorazzi.
  7. Vá devagar! Nas redes sociais, estamos propensos à exposição, sendo alvos fáceis de comentários e críticas maldosas. Qualquer pessoa poderá ver os dados que compartilhamos, como informações pessoais e fotos. Por isso, é necessário ter consciência do que não precisa ser publicado, como dados bancários e intimidades. “Você não precisa postar tudo o que acontece na internet. Muitos assuntos e projetos podem e devem ser restritos à sua vida privada”, relata Janaína.
  8. Não aponte o dedo: Uma simples publicação pode se tornar uma discussão feia. E, vamos combinar, até mesmo no mundo virtual essa atitude é vista como as de gente chata na internet. Um debate enriquecedor, respeitoso e produtivo é sempre válido, mas aquelas discussões que partem para ofensas pessoais são desnecessárias e deselegantes. Portanto, evite utilizar palavrões e termos chulos em suas mensagens. “Não revide com grosserias mesmo quando alguém destratá-lo”, explica Laíze Damasceno.
  9. Dicionário, pra que te quero! Os erros de português são muito comuns nas redes sociais, seja na ortografia, concordância ou por falta de atenção, e eles podem causar um entendimento errado daquilo que você quer realmente falar. “Não escreva sua mensagem ou resposta de qualquer jeito. Não suponha que todos vão sempre entender a sua forma de se expressar”, diz Laíze.
  10. Não exibir na linha do tempo: Você foi em uma festa no fim de semana e o seu amigo pulou pelado na piscina depois de tomar uns drinks a mais. Você tirou uma foto e publicou nas redes sociais, marcando esse seu amigo “animado”. Na hora pode ter sido engraçado, mas o seu amigo pode não querer lembrar dessa cena. Tenha cuidado ao fazer marcações no Facebook, afinal, você pode marcar alguém em uma publicação constrangedora.
  11. Curtindo a vida: Que tal sair um pouco das redes sociais? Essa é uma ótima oportunidade de encontrar os amigos e ter incríveis momentos. “O mundo virtual fascina, mas não se esqueça de dar atenção ao mundo real. Saber ficar off-line é fundamental. Assim, poderá ter um tempo para curtir a vida de verdade”, aconselha Janaína Depiné.
  12. Diga “xiiis”! Gente chata na internet adora postar selfies. Mas ninguém precisa ficar vendo você o tempo todo. É preciso ter respeito com seus contatos e discernimento na hora de publicar fotos. Quando o assunto é foto de outras pessoas, o cuidado deve ser redobrado para não expor a intimidade de terceiros.

 

LEIA TAMBÉM: