Fruteira ou geladeira? Descubra onde conservar melhor suas frutas!

Onde é melhor conservar frutas? Fruteira ou geladeira? Acabe com suas dúvidas e descubra como aproveitar o melhor desses alimentos!

fruteira ou geladeira
Foto: Shutterstock

Fruteira ou geladeira? Cada fruta possui características próprias, no entanto, para preservar as propriedades e o sabor por mais tempo, é essencial cuidar da temperatura e da umidade do local de armazenamento. Pensando nisso, conversamos com as nutricionistas Greice Caroline Baggio e Sylvia Tosi, que contaram quais são os locais ideais para conservar cada tipo de fruta. Confira:

 

Fruteira ou geladeira? Descubra onde conservar melhor suas frutas!

 

Sempre bate aquela incerteza quando o assunto é armazenamento das frutas, não é mesmo? Será que é melhor guardar na fruteira ou na geladeira? A nutricionista Greice explica sobre a conservação das frutas:
“baixa umidade provoca perda de água, o que deixa a fruta murcha. Já a umidade excessiva facilita o desenvolvimento de micro-organismos”.

Nesse sentido, a fruteira precisa estar em um local limpo, arejado, seco e longe de insetos.

“Algumas frutas podem ficar em temperatura ambiente, pois não estragam com facilidade, como é o caso da banana, maçã, abacaxi e melão”, explica a nutricionista Sylvia Tosi.

 

Fruteira ou geladeira? Descubra onde conservar melhor suas frutas!

Foto: reprodução/Shutterstock

 

Além disso, Sylvia explica que frutas como o morango, o kiwi e a pera precisam ser guardados na geladeira, já que estragam com mais facilidade.

Em geral, os frutos frescos e inteiros devem ser refrigerados só após o amadurecimento: a durabilidade é maior quando a fruta inteira é armazenada na parte inferior da geladeira.

Depois de cortadas, as frutas também devem ir para a geladeira, assim como as frutas secas, que devem ser mantidas sempre refrigeradas após aberta a embalagem.

“Na geladeira, coloque sempre as frutas já maduras, inteiras ou cortadas, em recipientes bem vedados”, recomenda Greice.

Para evitar a oxidação das frutas, que leva à perda de vitaminas, o ideal é cortá-las pouco antes do consumo. Mas, se sua rotina alimentar agitada exige picar com antecedência, evite as que estragam mais facilmente, como peras e maçãs.

Mesmo assim, se precisar guardar esse tipo de fruta, Greice dá a dica: “para que elas não escureçam, podem ser colocadas de molho durante alguns minutos em suco de limão. Outra opção é congelá-las para uso posterior em preparações”.

 

Texto: Redação Alto Astral/Consultoria: Greice Caroline Baggio e Sylvia Tosi nutricionistas

 

LEIA TAMBÉM: