Fogaça, do MasterChef, dispara sobre briga com Caroline: “Ela foi folgada”

O chef ainda falou sobre as atitudes de Deborah, uma das finalistas da atração

fogaça
Foto: Divulgação/Band

MasterChef Brasil chegou ao fim na última terça-feira, 22 de agosto, mas os acontecimentos do programa da Band continuam dando o que falar. E depois de Michele, a vencedora do programa, ter soltado o verbo sobre as polêmicas da final, quem também foi supersincero (como sempre!) foi o chef Henrique Fogaça. Durante bate-papo com a imprensa após a grande final, o jurado falou sobre os problemas de relacionamento que teve durante esta edição, já que bateu de frente com Caroline Martins no episódio da repescagem, e ainda chegou a se estranhar com Deborah Werneck, a outra finalista da atração.

“A Caroline foi folgada no dia da repescagem. Ela ficou debochando da gente. E como eu não gosto de levar desaforo para casa, falei com ela. Já a Deborah tem esse jeito dela. A gente falava e ela não aceitava as críticas. Mas esse é o jeito dela, o temperamento dela. A Michele, por exemplo, recebia as críticas e você já via que ela assimilava. Ela ouvia e tentava ser melhor. A Deborah já vinha com uma pedrinha de ataque. E isso influenciou na final, um pouco. Não pelo comportamento, porque o que eu fui avaliar ali foram os pratos. Mas isso, no final das contas, quando o homem vê de lá de cima, faz diferença. A pessoa que não tem humildade para poder ouvir, que está sempre com raivinha… Enfim, foi merecido a Michele ganhar”, avalia.

Questionado se ele tentou resolver essas questões com as participantes, ele foi categórico: “Não. Mas a gente nem tem contato com eles. Gravamos o programa e depois eles vão embora para o camarim.”

Entretanto, mesmo com esses senões, Fogaça continua adorando todo o processo do MasterChef. “É um pouco cansativo, porque já estamos na sétima temporada, mas é muito bom, pois a gente vê que muda a visão da gastronomia. Incentivamos e fazemos pessoas mudarem de profissão.”

Quem também é cada vez mais apaixonado pela atração é Erick Jacquin, tido como o jurado mais fofo dos três. “Eu estou transpirando felicidade. Foi tudo muito bom. Foi um show.” Aliás, ele faz questão de ressaltar que, apesar de fazer parte do sucesso, não é astro principal: “As estrelas do MasterChef não são os jurados, mas sim os cozinheiros, porque sem eles não têm nada”, conta.

Se a temporada seguinte vai ser tão bacana quanto esta? Ele já tem a resposta na ponta da língua. “A temporada atual sempre é a mais alta com relação ao nível dos participantes. A próxima vai ser mais alta ainda, porque eles já têm um ponto de referência. A seleção é mais difícil, as provas são mais complicadas. Nós, jurados, não mudamos. São as provas que mudam e ficam mais complicadas.”

Confira tudo o que rolou na final – e a opinião de Fogaça, Jacquin e Ana Paula sobre o resultado:

LEIA TAMBÉM