Fobia pode ter origem no inconsciente

Em casos de fobia, pode ser necessário ir além do consciente para achar uma solução, devido ao medo ser muitas vezes irracional.

menina fobia
FOTO: iStock.com/Getty Images

Os medos característicos nos casos de fobia costumam ser irracionais, porém, isso não quer dizer que seja impossível encontrar uma explicação. Basta procurar a origem bem lá no fundo do baú mental, também conhecido como inconsciente, e trazê-la à tona, de volta ao consciente, para combater o transtorno pela raiz.

Antes de mais nada

A fobia é um transtorno mental da classe das psicoses. Isso significa que, diferentemente das psicopatia, ela apresenta sintomas em decorrer de um mau funcionamento mental, como alterações em neurotransmissores, nesse caso, a serotonina, responsável pelo estado de alerta cerebral.

menina fobia

FOTO: iStock.com/Getty Images

“Quando se passa por uma situação de perigo, o cérebro se prepara para lutar ou fugir e envia o comando aos membros e órgãos para que eles possam reagir apropriadamente”, explica a psicóloga Analu Ianik Costa.

Algumas áreas do cérebro são afetadas, como esclarece o psiquiatra João Jorge Cabral Nogueira “em alguns casos, os gânglios da base do cérebro estão mais irrigados, além da redução do tamanho da amígdala cerebral, do hipocampo e alterações na região pré-frontal”.

Ainda há um aumento da atividade límbica e paralímbica, responsável pelas emoções, mas, na maioria, não são encontradas pistas em exames cerebrais. E é esse mistério em relação às origens das fobias, tornando o inconsciente um personagem importante para o tratamento do transtorno.

Quando é parte do inconsciente?

É possível concluir que a fobia pode ter origem no inconsciente quando quem possui o distúrbio não tem conhecimento de quais são os processos relacionados e o que causa o mal-estar físico e psicológico.

Segundo Costa, “uma pessoa que tem fobia, em algum momento da sua vida, passou por uma situação na qual o cérebro ou o corpo ativaram estes mecanismos. Portanto, toda vez que algo semelhante a esta situação aconteça, a memória desencadeia a mesma reação anterior, deixando-a em estado de alerta”.

 

Veja mais:

Fobia é mais do que um simples medo

Conheça algumas fobias pouco comuns

Como vencer a fobia? Confira algumas terapias

 

Consultorias: Analu Ianik Costa, psicóloga; João Jorge Cabral Nogueira, psiquiatra, hipniatra, autor do livro Autoscopia: terapia mente-corpo-quântica (Instituto Amanhecer, 2013) e presidente da Associação Brasileira de Hipnose (ASBH).

Texto: Giovane Rocha/Colaborador – Entrevistas: Giovane Rocha e Natália Negretti – Edição: Augusto Biason/Colaborador