Filhos mimados: 4 dicas de como lidar com birras e manhas

As crianças não obedecem regras e vivem fazendo birra? Confira 4 dicas para lidar com filhos mimados e aprenda a ter controle sobre a situação!

Por Isabela Zamboni - 25/04/2012

As crianças mimadas podem ser um transtorno na vida dos pais: não obedecem regras, fazem o que querem e muitas vezes faltam com respeito. Depois que a criança é acostumada a ter tudo o que quer, fica cada vez mais complicado reverter a situação. Se você sofre com este tipo de situação, confira 4 dicas dadas pela psicopedagoga Betina Serson e aprenda a lidar com a situação!

1 – Educação desde cedo

filhos mimados

Foto: Divulgação

Mesmo que o filho seja teimoso ou não aceite as regras estipuladas pelos pais, é preciso ser firme e manter a autoridade.A melhor maneira de evitar criar filhos mimados é impor limites e regras claras adequadas à idade de desenvolvimento de cada um”, afirma a psicopedagoga. Alguns limites e regras são importantes para o desenvolvimento dos filhos, como:

  1. Tomar banho, assistir TV, estudar e outras atividades rotineiras devem ter um horário certo;
  2. Não recompensar a criança por qualquer atitude – ela precisa entender que tem obrigações a cumprir e que não se consegue sempre aquilo que quer;
  3. Ensinar que dividir é importante e que elas devem aguardar a sua vez – os pais não estarão à disposição o tempo todo;

2 – Não desista de tentar

criança dando passos, filhos mimados

Foto: iStock.com/Getty Images

Se a criança já estiver mais crescida e não obedecer ordens, os pais não podem desistir de tentar impor limites. “Se os filhos estão acostumados a não seguirem regras e não terem limites, será mais difícil ‘reeducá-los’. Mas, com certeza, os pais conseguem se persistirem. A dica é começar com regras mais simples e com o tempo colocar regras mais rígidas. Para os filhos, os limites são um sinal de amor”, conta Betina.

3 – Decisão conjunta

menina-pequena-sentada-mesa-comendo-hamburguer-alimentos-ruins, filhos mimados

Foto: iStock e Getty Images

Deixar as atitudes mais severas somente para o pai ou para a mãe não é a melhor opção. Para a especialista, o casal deve tomar as decisões em conjunto: “Os pais precisam decidir juntos sobre as regras e dar prioridade àquelas que realmente são necessárias. Os limites e regras devem ser estipulados desde que o filho é um bebê”.

4 – Como ensinar

10 dicas de como cuidar de uma criança com déficit de atenção, filhos mimados

Foto: Shutterstock

Para que os filhos entendam as ordens e sigam as regras da casa, é preciso ser coerente e entender as necessidades da criança.Se as regras forem colocadas de acordo com a idade e desenvolvimento dos filhos, eles vão entender e obedecer mais facilmente. O importante é sempre ser coerente”, aponta Betina. É importante lembrar que o dever dos pais é manter a autoridade e não ficar com dó dos filhos – o primeiro passo para a educação é ser firme e paciente.

Consultoria: Betina Serson, psicopedagoga e autora do livro “Seja o heroi dos seus filhos”.

LEIA TAMBÉM: