Vida sem glúten: veja em quais casos a substância deve ser excluída

O produto feito a partir do trigo é fonte de uma substância conhecida como glúten que, em alguns casos, pode ser prejudicial à ...

Farinha de trigo, mesa de madeira
Foto iStock.com/getty images

O produto feito a partir do trigo é fonte de uma substância conhecida como glúten que, em alguns casos, pode ser prejudicial à saúde. Que tal conferir abaixo um tira-dúvidas sobre o assunto?

Farinha de trigo, mesa de madeira

A farinha sem glúten faz parte da dieta de quem quer emagrecer e de quem possui a doença celíaca Foto Istock.com/Getty images

Afinal, o que é o glúten?

Ele é a proteína do trigo, que se divide em duas porções: gliadina (que está relacionada à doença celíaca) e a glutenina. Os alimentos que contêm glúten são todos aqueles que podem ser feitos com trigo, cevada, malte, aveia ou centeio, como bolachas, bolos, biscoitos, pães, torradas, cervejas e qualquer massa que leve farinha de trigo.

Tornou-se comum ouvir falar sobre a doença celíaca. O que é esse problema?

É uma doença autoimune que atinge o intestino delgado, causando inflamação crônica. “Acontece uma reação intestinal quando entra em contato com uma proteína presente no glúten”, esclarece a endocrinologista Lúcia Flávia Carpilovsky. Ela pode se manifestar de forma grave, moderada ou leve, sendo que os sintomas principais são diarreia clara e fétida, dor abdominal e inchaço. Além disso, também podem haver períodos de obstipação intestinal e cansaço.

Como a doença celíaca é detectada?

O diagnóstico desse quadro é determinado pelos sintomas clínicos, pelos achados de biópsias intestinais e pelos achados sorológicos (anticorpos encontrados no sangue).

 

bebê mamando

A doença celíaca não é transmitida de mãe para filho Foto Istock.com/Getty images

A doença celíaca tem alguma relação com a gravidez?

Não existe relação entre a gestação e doença celíaca, e ela não pode ser transmitida para o bebê. Vale lembrar que, em relação a amamentação, também não existe influência, ou seja, esse processo não previne ou transmite a doença celíaca.

Por que as dietas sem glúten ajudam a emagrecer?

Os alimentos que possuem glúten estão presentes, principalmente, em pratos mais calóricos, como bolos, pães e pizza. A retirada do glúten na dieta emagrece, pois a pessoa passa a consumir refeições menos calóricas. Como consequência, é possível notar a perda de peso.

Há sequelas para aqueles que demoram para ter o diagnóstico dessa doença?

Sim. De acordo com a evolução da doença, pode haver atraso no crescimento em crianças, alterações crônicas intestinais irreversíveis, que podem levar à incompetência na absorção de vitaminas e ferro e, com isso, anemia crônica e outras doenças carenciais.

 

Consultoria Andréia Manetti Previero, nutricionista; Lúcia Flávia Carpilovsky, endocrinologista

Leia também: