Depois de ser acusado de agressão, Victor Chaves é indiciado pela polícia

A processo de acusação de agressão por parte do sertanejo continua. Victor Chaves é indiciado, mesmo depois de exame comprovar que não houve lesão corporal

None
Foto: Divulgação

por Redação Alto Astral
Publicado em 04/04/2017 às 12:06
Atualizado às 00:10

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Victor Chaves é indiciado pela polícia no desdobramento do caso da acusação da esposa, Poliana Bagatini, de agressão. O sertanejo, que pediu afastamento do The Voice Kids depois que o caso veio à tona, está tranquilo, confiando na justiça, segundo o advogado Felipe Martins Pinto.

Victor Chaves

Foto: Divulgação

Victor Chaves é indiciado, mas advogado garante que não houve uma reviravolta

Victor Chaves é indiciado por agressão, mas seu advogado garante que é um procedimento padrão e que não houve reviravolta: “Eu não tive acesso ao relatório da delegada, onde vai apontar a conclusão do caso. Mas ele já sabe que foi indiciado, e está tranquilo. Ele confia na justiça, e na apuração do caso”, disse em entrevista.

Poliana prestou queixa contra o marido em fevereiro, alegando ter sido agredida pelo cantor. As imagens do circuito interno do prédio onde a agressão teria acontecido estavam em análise da perícia. No início de março, o laudo do IML saiu, comprovando que não houve lesão corporal.

A delegada responsável pelo caso, Danúbia Quadros, da Polícia Civil, esperava, então, pela conclusão das análises das imagens das câmeras do circuito interno do prédio em que o casal mora. De acordo  com o advogado, esse processo já foi concluído e completou: “Não houve lesão, isso já está provado. Então não houve uma reviravolta. Tenho que ver o relatório para ver os fundamentos”.

O que diz a polícia

A Polícia Civil de Minas Gerais emitiu uma nota oficial sobre a decisão: “A Polícia Civil, diante das provas coletadas, concluiu pelo indiciamento de Vitor Chaves pela contravenção penal prevista no artigo 21, do Decreto Lei 3.688, vias de fato, conforme demonstrado no laudo pericial das imagens das câmeras de segurança do prédio e pelo depoimento da vítima.”

Foi informado, ainda, que o inquérito foi encaminhado à Justiça. De acordo com o Fórum Lafayette, depois disso será distribuído para uma das varas e o juiz vai pedir que o Ministério Público de Minas Gerais manifeste-se a respeito.

Victor se pronunciou sobre o caso

Assim que o assunto se tornou de conhecimento público, o cantor concedeu uma entrevista ao Fantástico. “A única coisa que eu posso dizer é que minha família é meu bem maior e que toda a minha postura sempre foi de preservar a família. Toda a exposição me pegou de surpresa. Eu jamais agrediria alguém na minha vida, muito menos minha esposa que está grávida do João. Minha posição vai ser continuar preservando a família”, disse.

Procurado pelos jornalistas hoje, a assessoria de imprensa de Victor informou que o cantor só irá se manifestar, dando maiores depoimentos, em uma coletiva que ainda não tem dia e local marcados.

No entanto, o cantor postou hoje em seu Instagram um curto vídeo dizendo que foi indiciado, mas que não cometeu nenhuma agressão. Assista:

LEIA TAMBÉM:

Texto: Loyce Policastro e Thamires Motta/Colaboradoras

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.