Simone e Simaria lançam clipe “Regime Fechado” e falam sobre superação em entrevista

As irmãs Simone e Simaria falam sobre o novo trabalho, 126 cabides, a história de superação na vida e do sucesso na música sertaneja

None
Foto: Rosa Marcondes

por Redação Alto Astral
Publicado em 20/10/2016 às 12:15
Atualizado às 00:12

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

As mulheres estão cada vez mais ganhando espaço na música sertaneja. Simone e Simaria são nomes que desde 2015 vêm conquistando um espaço imenso no estilo, principalmente nas regiões Sul e Sudeste, pois já eram conhecidas com o forró no Nordeste, onde nasceram. Elas acabaram de lançar um novo clipe, a música “Regime Fechado”, que deve ser um dos sucesso do próximo DVD da dupla.

Há pouco tempo, as gatas lançaram o videoclipe de “126 cabides”, primeira música de trabalho do DVD “Simone e Simaria Live”, gravado em Goiânia, em abril de 2016, consolidando a carreira depois do sucesso de “Bar das Coleguinhas”, de 2014.

A canção, assinada por Tatau, vocalista da banda Araketu, fala da “sofrência”, que faz parte das canções de Simone e Simaria, que estouraram com “Meu Violão e Nosso Cachorro”.

Simone e Simaria lançam 126 cabides

Foto: Rosa Marcondes

Em um bate-papo com a imprensa em 23.08.16, dia do lançamento do videoclipe, a dupla contou sobre a escolhe da canção: “Essa música chegou para a Simaria quando o filho dela tinha 10 dias de vida. E ela ficou encantada. Essa música é daquelas que doem na alma e que se você não estiver sofrendo por amor, vai sofrer mesmo assim ao escutar ela”, brincou Simone.

E a cantora completou: “Depois que ela me mostrou a música, ela ficou tocando na minha mente. E claro que em nosso DVD todas as músicas são incríveis, mas essa foi a que mais mexeu com a gente”.

Videoclipe com maridão galã

A produção de “126 Cabides” aconteceu na Argentina e Simone protagonizou o videoclipe ao lado do marido, Kaká Diniz. E a escolha foi pelo fato das irmãs viverem na correria dos shows e compromissos com a agenda e não terem tempo de escolherem um casal de atores para o clipe.

“A Simone queria gravar em qualquer canto e a gente queria que fizesse algo legal, que gerasse conteúdo, gerar curiosidade. São coisas da minha cabeça, que Deus vai falando e eu vou agindo. A gente não tinha tempo, com a correria dos shows, pensamos no Kaká, é marido da Simone, que também gera conteúdo”, contou Simaria.
“Conversei com ele e ele rapidinho aceitou”, brincou Simone, que passa momentos de romance e brigas com o maridão no vídeo.

História de superação

Simone e Simaria, que nasceram em Uibaí, na Bahia, tiveram uma história de vida difícil, passaram fome, mas não desistiram do sonho de cantar e conquistaram seu espaço, a princípio, com o forró no Nordeste, e depois com o sertanejo (um sonho do pai, que amava o estilo), com o projeto “Bar das Coleguinhas”.

A história das irmãs é um exemplo para muitos que lutam pelos sonhos e correm atrás deles. “Escutamos muitas histórias no camarim, de fãs que desabafam com a gente, choram e se inspiram em nossa força de vontade, em nossa vontade de vencer”, disse Simone.

Simone e Simaria lançam 126 cabides

Foto: Rosa Marcondes

A cantora relembrou o momento em que um fã contou que deixou de se jogar do décimo andar de um prédio, pois, quando ia se matar, ouviu uma canção da dupla e deixou de cometer o suicídio. “Ele nos contando aquilo foi incrível, a gente não esperava e, depois disso, ele virou nosso fã, passou nos seguir nos shows. Nosso som livrou uma pessoa da morte. Você tem ideia disso?”, questionou.

E esse carinho com os fãs, Simaria faz questão de destacar que faz de tudo para dar atenção a eles, sendo ao vivo ou nas redes sociais. “Eu sempre pego de madrugada, quando não consigo dormir, acesso minhas redes sociais e respondo os comentários, agradeço o carinho, algo que muitos artistas não fazem. Mas eu faço, porque sem eles, não estaríamos aqui”.

Poder feminino

É possível afirmar que Simone e Simaria são literalmente exemplos de mulheres empoderadas, que tomam conta da própria carreira, que colocam a mão na massa (Simaria chegou a negociar valores de placas de led para o DVD “Bar das Coleguinhas”) e não tem medo do trabalho.

“A gente está fazendo tudo o que a mulher gostaria de fazer, tendo voz ativa. Se ela quiser beber, ela vai beber. Hoje a mulher comanda uma empresa, tem voz ativa. Se quiser beber até cair e quiser continuar, vai bebendo, vá ser feliz”, destacou Simone.

Simone e Simaria lançam 126 cabides

Foto: Rosa Marcondes

E Simaria completou: “E outra coisa: quando você acredita em uma coisa sua, quando eu acredito em um projeto, eu falei para os caras e eu queria falar com eles, eu não mando ninguém falar não. Eu explico, falo como a gente e chegou aonde chegou porque eu acreditava”.

As irmãs destacam que só elas sabem realmente o que passaram na vida, o que sofreram e elas ressaltam mais ainda que se não há luta pelo que acredita, você não chega aonde quer e é preciso ter pulso firme para saber falar não. “A Beyoncé dizia que educação e trabalho não combinam, porque ela passou por isso, ela precisou deixar de ser boazinha. Eu entendi que se eu não bater o pé, eu não consigo o que eu quero. A Simone tentava me segurar e eu sabia que eu estava levando para o caminho certo. Posso ser tachada de chata, mas se meu coração está falando, não adianta”, disse Simaria.

Irmãs diferentes

Ao serem questionadas sobre conseguir gastar o dinheiro que ganharam, poder aproveitar o resultado do sucesso, Simone e Simaria mostraram que são bem diferentes nesse quesito.

Simone revelou que adora é arrumar casa. “Eu gosto de quebrar a casa. A Simaria gosta de roupa. Ela se veste bem pra caramba e eu sou bem largada. Se você for na minha casa, a parede vai estar ali branquinha, o sofá no lugar. Se for na casa dela, o closet vai estar arrumado e separado de acordo com as cores de roupas dela”.

Simaria assume mesmo que ama estar na moda, adora usar roupas estilosas e se inspira em celebridades internacionais para elaborar seus looks, tanto no dia a dia quanto para os shows com a irmã: “Como eu tenho um corpo bom, eu tenho que aproveitar isso, e depois que os peitos caem não dá pra aproveitar”, brincou.

A cantora ainda falou a respeito das comparações com Kim Kardashian, tanto no estilo de se vestir, quanto na fisionomia. “Eu me inspiro nela também para minha roupas. E uma pessoa chegou a me falar que somos mesmo parecidas, porque ela também é baixinha, só tem um quadril grande”.

Turnê internacional e DVD

As cantoras mal saíram da coletiva de imprensa e já foram direto para o aeroporto. Pela primeira vez, as morenas desembarcam em terras norte-americanas para shows internacionais. E, em setembro, a Europa irá conhecer ainda mais o trabalho delas, que passarão por alguns países, como Inglaterra e Suíça.

Os fãs brasileiros podem esperar o lançamento do DVD “Simone e Simaria live” em outubro e a turnê desse projeto virá em dezembro, quando as irmãs levarão toda a estrutura do projeto, feito em parceria com a Hit Music, para os palcos.

Confira o videoclipe de “126 cabides”

LEIA TAMBÉM:

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.