Prepare o lencinho: filmes que farão você desidratar de tanto chorar

Se você é daqueles que só de pensar numa história triste quer chorar em posição fetal, mas sempre quer assistir a esse tipo de filme, essa lista é para você.

None
Fonte: Reprodução/Divulgação

por Redação Alto Astral
Publicado em 16/06/2016 às 12:26
Atualizado às 20:24

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

O filme “Como Era Antes de Você” estreia hoje (16) no Brasil. Baseado no best-seller de Jojo Moyes, que encantou milhares de pessoas ao redor do mundo com sua emocionante história. O romance, que agora está nas salas de cinema do mundo inteiro, tem feito o público sair do filme emocionado.

Se você é daqueles que só de pensar numa história romântica quer chorar em posição fetal mas não cogita a ideia de parar de ver esse tipo de filme, essa lista é para você. Selecionamos 8 filmes que parecem inofensivos, mas na realidade vão acabar com o seu estoque de lágrimas. 

ALERTA DE SPOILER: Essa não é uma lista convencional de indicações de filmes para chorar. Aqui também contaremos o motivo de você querer se afogar em suas próprias lágrimas após assisti-los, então algumas partes do filmes precisarão ser lembradas. Se você não viu algum deles, pule para não perder o fator surpresa! 🙂    

1 –  A Culpa é das Estrelas

Esse filme é um tiro: os adolescentes Hazel e Augustus se conhecem em um grupo de apoio para pacientes com câncer. Sim, é isso mesmo, adolescentes com câncer. Como se isso não bastasse, para fazer qualquer um implorar por um abraço, eles se apaixonam e o amor é interrompido pela morte de Augustus. Um detalhe na história é que quem assiste “A Culpa é das Estrelas” passa o filme inteiro acreditando que se acontecesse alguma tragédia, Hazel é quem seria o alvo, pelo estado de saúde da garota, mas o filme surpreende.

2 – Se Eu Ficar

“Se eu Ficar” traz a história de Mia, uma violoncelista que sofre um acidente de carro com sua família.  O que difere esse enredo é que Mia fica num estado de consciência que consegue ver tudo ao seu redor e refletir sobre sua vida, apesar de estar em coma. Apenas ela sobrevive à tragédia e a personagem passa o filme tentando decidir se continuará viva ou se ela se renderá a morte. O fator surpresa fica para a parte que passamos o filme inteiro acreditando que Mia escolherá não sobreviver. Mas, ela acorda nos minutos finais, deixando todos em lágrimas e surpresos. Queremos continuação já!

3 – Marley e Eu

Histórias com cachorros? A indústria cinematográfica quer nos ver atirados no chão. Afinal quem aguenta um cachorro tão fofo quanto o Marley? O enredo do filme conta a trajetória de vida do cãozinho com o casal John e Jenny, que passou por poucas e boas com o labrador que aprontava várias travessuras. Somos arrebatados por toda paixão que uma família tem pelo seu animal estimação e é claro que, no fim do filme, o cão morre. A cena do “funeral” de Marley atualiza as definições de sofrimento que conseguimos sentir assistindo um filme.

4 – Um dia

O título do filme já avisa: quem sabe um dia você vai conseguir se recuperar dessa história, mas com certeza não será fácil. A trama se passa através da amizade de Dexter e Emma, duas pessoas com personalidades opostas, mas que tem um feeling especial. A garota é apaixonada por Dexter, entretanto ele vive uma vida desregrada, com muitas mulheres e bebidas e não assumiria um compromisso, mesmo o sentimento sendo recíproco. Após muito sofrimento e muitas reviravoltas da vida, como o casamento de Dexter e uma filha, os protagonistas finalmente ficam juntos. Quando você finalmente respira aliviado pelo final feliz, Emma sofre um acidente e morre. Sim, assim como suas esperanças depois de assistir a este filme.

5 – Lembranças

Esse é aquele típico filme que tinha tudo para dar certo. O rebelde com problemas familiares Tyler encontra a traumatizada Ally e ambos começam a curar as feridas um do outro. Parece que tudo vai bem, até porque com o histórico de sofrimento dos dois, você já imagina que tudo de ruim possível já aconteceu com eles. Mas é claro que não é só isso. Nem em nossos piores pesadelos poderíamos prever a dimensão da tragédia: Tyler estava no World Trade Center no dia dos ataques as Torres Gêmeas no 11 de setembro de 2011. Tá bom para você?

6 – Uma Prova de Amor

Esse até poderia ser mais um dos muitos filmes que tratam de doenças terminais, mas o ponto de vista que enxergamos em “Uma Prova de Amor” não é de um casal apaixonado, e sim de uma família que está fazendo de tudo para manter um membro seu vivo. Sara, interpretada pela atriz Cameron Diaz, é uma mãe que luta com todas as forças que tem para que sua filha Kate sobreviva a um câncer, mas no final ela é obrigada a deixar sua filha ir, já que a garota não tem mais forças para continuar lutando. O filme é de chorar em diversos momentos e deixa uma lição linda sobre a importância e valor da família.

7 – Toy Story 3

O último filme da trilogia Toy Story é emocionante porque vemos a evolução dos personagens (tanto brinquedos quanto humanos) ao longo do tempo e  e não estamos prontos  para dizer adeus à saga. “Toy Story 3” é muito nostálgico, porque o garotinho Andy do primeiro filme já é um adulto que está indo para faculdade e precisa se despedir de todos os seus brinquedos. Nem é preciso comentar sobre as lágrimas que derramamos após ficarmos órfãos dessa série linda, que fez parte da vida de tantas pessoas.

8 – O Quarto de Jack

É humanamente impossível ser apático a esse filme: o enredo conta sobre a vida de Jack, um menino de cinco anos que é criado por sua mãe, Ma. Até aí nada de diferente, o problema é que os dois vivem presos num porão de 10m², pois Ma foi raptada e é mantida em cativeiro por seu sequestrador, que a engravidou de Jack num estupro. A criança cresce curiosa e não entende porque vive presa num quarto, ao mesmo passo que a vontade de fugir de Ma aumenta. Eles conseguem sair de lá e a segunda parte do filme foca na adaptação da família ao mundo real, que também é motivo para chorarmos MUITO.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.