Pelé tem dificuldades para andar poucos metros e culpa erro médico

Pelé, o Rei do Futebol, está com dificuldades para andar poucos metros e ficar de pé, mesmo com ajuda de bengalas. Ele culpa erro médico. Entenda tudo!

None
FOTO: Divulgação

por Redação Alto Astral
Publicado em 31/10/2016 às 09:02
Atualizado às 00:11

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

A saúde do Rei do Futeboltem preocupado não só os amantes do esporte como todos os fãs de Pelé. Aos 76 anos, completados no último dia 23.10, o ídolo está com dificuldades para ficar en pé ou caminhar poucos metros, mesmo com o uso de bengalas. As informações são da coluna “Gente Boa” do jornal “O Globo”, publicada no dia 30.10.2016. Entenda tudo sobre o caso, a seguir!

pele-fundo-azul

FOTO: Divulgação

Dores no quadril

“Pelé não anda bem. O ex-jogador, que em 2012 passou por uma malsucedida cirurgia de quadril – ele chegou a dizer que houve erro médico, e depois se submeteu a outra operação – não tem mais conseguido caminhar, é o que afirmou a nota assinada pela jornalista Cleo Guimarães.

“Mesmo com a ajuda de uma bengala (como ele foi visto por aqui, em agosto, dias antes da abertura da Olimpíada), está difícil para ele andar poucos metros que seja. Pelé também tem dificuldades para permanecer em pé, completou.

O problema começou em 2012

Há quatro anos, os olhares da mídia e dos fãs já se mostravam preocupados com o Rei do Futebol, que reclamava de dores e passou pela primeira cirurgia. Ele colocou uma prótese no quadril. Em entrevista à Folha de S. Paulo, no mês de abril deste ano, Pelé explicou os procedimentos pelos quais passou.

“Não sou especialista nisso, mas a gente sempre procura os melhores profissionais. Quando fiz a cirurgia aqui [no Brasil] (em 2012), parece que teve algum problema. Depois, fiz a revisão nos Estados Unidos (em dezembro). Segundo um dos médicos lá, houve um pequeno equívoco médico, por isso não conseguia passar a dor. Ouvi outro médico, fiz reparo. Se ele estava certo ou não, graças a Deus estou bem, não tenho mais dores, afirmou.

Hospital garante que não houve erro médico

Depois da declaração feita pelo ex-jogador do Santos, o diretor superintendente Miguel Cendoroglo Neto, do Hospital Israelita Albert Einstein, emitiu uma nota lamentando e garantindo que não houve erro médico.

“O Hospital Israelita Albert Einstein lamenta a percepção do paciente Sr. Edson Arantes do Nascimento (Pelé), conforme declaração dada à imprensa em 06.04.2016. O Hospital avaliou as circunstâncias do atendimento e do procedimento realizado em novembro de 2012 por médico indicado pela família do próprio paciente e não encontrou nenhuma evidência de erro na conduta do médico, julgando-a adequada, dado o histórico, idade e queixa do paciente.”

SAIBA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS SOBRE OS FAMOSOS AQUI!

Olimpíadas Rio 2016

Pelé havia sido convidado para acender a pira olímpica e, na ocasião, chegou a dizer estar em recuperação para o evento. A participação não ocorreu e ele foi substituído pelo ex-maratonista Vanderlei Cordeiro de Lima com cerimônia exibida em rede nacional.

O ídolo usou as redes sociais para explicar a ausência: “nesse momento eu não estou em condições físicas de participar da abertura da Olimpíada. E como brasileiro, peço a Deus que abençoe a todos que participarem desse evento e que seja um grande sucesso e termine em paz”, escreveu.

LEIA TAMBÉM

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.