Guilherme de Pádua e Paula Thomaz não pagaram multa por assassinato de Daniella Perez

Entenda o caso que corre na justiça

None
Daniella Perez (Foto: Jornal O Globo)

por Redação Alto Astral
Publicado em 29/04/2016 às 16:41
Atualizado às 00:15

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Glória PerezRaul Gazolla venceram um processo judicial contra Guilherme de PáduaPaula Thomaz, assassinos de Daniella Perez, mas não receberam até hoje o valor requerido. As informações foram reveladas pelo colunista Leo Dias.

Daniella Perez

Daniella Perez (Foto: Jornal O Globo)

A ação da mãe e do namorado de Daniella, iniciada em 1999, pedia uma indenização de 500 salários mínimos (aproximadamente 440 mil reais), pagamento dos custos de sepultamento e honorários do advogado. O acórdão foi publicado em 2002, mas nem Guilherme nem Paula tinham bens a penhorar.

Em 2005, Paula informou que não teria como pagar a dívida e a justiça aceitou o pedido. Segundo o Ego, o advogado da autora e do ator informou que o processo não está finalizado, mas ainda há esperança que a multa seja cobrada, com correção monetária e juros.

Raul Gazolla pede justiça

Em entrevista ao portal Ego, o viúvo de Daniella se emocionou em uma declaração sobre o caso: “Não tem dinheiro que pague uma vida, não tem dinheiro que pague uma mãe perder uma filha daquela forma. Qualquer dinheiro seria trocado pela vida dela, mas a gente sabe que isso não existe. Eu acho que nossas leis são falhas. Eu trocaria esta pena por eles continuarem na cadeia. O dinheiro é só uma dor no bolso. O que nós gostaríamos é de vê-los numa prisão perpétua, eles são réus confessos e provados. Eu queria que eles ficassem na cadeia para sempre.”

Gloria Perez preferiu não se manifestar.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.