FAMOSOS

Barack Obama se emociona no último discurso como presidente dos EUA

Barack Obama fez o último discurso como presidente dos EUA e emocionou, especialmente ao falar da esposa Michelle. Saiba detalhes no portal Alto Astral!

None
Foto: Divulgação

por Redação Alto Astral
Publicado em 11/01/2017 às 10:12
Atualizado às 16:55

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Barack Obama fez ontem à noite (10.11), o último discurso como presidente dos Estados Unidos. Aclamado por quem estava presente na arena, em Chicago, e por pessoas de todo o mundo, ele se emocionou, especialmente ao agradecer pelo apoio e dedicação da esposa Michelle Obama.

Confira, a seguir, mais sobre o discurso com as palavras de agradecimento,e esperança do primeiro presidente negro dos EUA.

Barack Obama se emociona no último discurso como presidente dos EUA

Foto: Divulgação

Tom positivo

Do começo ao fim, Barack Obama manteve um tom bastante otimista. O discurso ,que era previsto para, no máximo, 35 minutos, chegou a quase uma hora, e foi composto por palavras que relembraram as conquistas e que buscavam incentivar o papel da democracia nos Estados Unidos como exemplo ao mundo. Do começo ao fim, ele fez questão de dizer que serviu aos estadunidenses e que a mudança partiu das atitudes de cada um dos cidadãos de bem. “Vocês foram a mudança”, afirmou.

“Fique, fique!”

Era o que pediam as 20 mil pessoas que estavam presentes no McCormick Place, em Chicago, local do discurso que foi exibido ao vivo pela tevê. Barack Obama brincou: “Não posso fazer isso”. E, agradecendo, completou: Hoje é minha vez de dizer obrigado. Todos os dias, aprendi com vocês. Vocês fizeram de mim um presidente melhor, e fizeram de mim um homem melhor.”

Barack Obama se emociona no último discurso como presidente dos EUA

Foto: Divulgação

Yes, we can!

Fazendo uso do slogan que ficou característico na vitória, há oito anos, Barack Obama se despediu dos americanos esclarecendo que ele não deixará de participar das decisões políticas do país, mas, a partir de agora, assumirá o papel de cidadão.

“Yes, we can” traduzido significa “Sim, nós podemos” e foi justamente isso que o presidente afirmou durante o discurso: “Sim, nós podemos. E nós fizemos.” E reforçou:  “A América é hoje um lugar melhor e mais forte do que quando começamos.”

Barack Obama slogan campanha Yes, We Can

Foto: Divulgação

O poder da juventude e o combate à desigualdade racial

Barack Obama se voltou aos jovens em momentos importantes do discurso. O presidente deixou claro que acredita que, nos últimos anos, a juventude dedica mais atenção ao que diz respeito à democracia e, segundo ele, isso é bom e animador. “Nossa juventude e disposição, nossa diversidade e abertura, nossa incansável capacidade de arriscar e reinventar significam que o futuro deve ser nosso”, disse.

Citou também as conquistas dos negros, mas pontuou o racismo e a desigualdade racial como um grande desafio a ser superado. Esse é um dos assuntos mais comentados, depois da postura de Donald Trump nas campanhas presidenciais. O presidente eleito se mostrou pouco tolerante aos imigrantes no país. Inclusive, no início desta semana consagrada atriz Meryl Streep, que recebeu homenagem na premiação Globo de Ouro 2017, citou esse assunto e recebeu uma resposta atravessada de Trump.

“Se não estivermos dispostos a investir nos filhos de imigrantes, diminuímos os prospectos de nossos próprios filhos”. Barack Obama acrescentou, também: “Avançando, temos que apoiar leis contra a discriminação… Em contratações, em moradias, na educação e no sistema judiciário e criminal.”

Trabalho e estudo no exterior: entenda como funciona, clicando aqui!

Barack Obama se emociona no último discurso como presidente dos EUA

Foto: Divulgação

A esposa, Michelle Obama, e o presidente da grande potência EUA emocionado ao agradecê-la

A relação de parceria entre Barack Obama e Michelle Obama foi clara em todos esses anos. Os dois parecem formar um casal de apoio mútuo. E, ao agradecer, o presidente se emocionou pela primeira vez durante o discurso.

Discreto, mas perceptivelmente grato, ele fez questão de pontuar as atitudes de apoio:  “Michelle, nos últimos 25 anos você foi não apenas minha mulher e mãe de minhas filhas, mas minha melhor amiga.”

Ela é tida como uma das primeiras-damas mais populares da história dos Estados Unidos. Já foi cotada para as próximas eleições, mas afirmou que não tem intenção de assumir a carreira política.

“Michelle, eu tenho orgulho de você e o país tem orgulho de você… e Malia e Sasha, de tudo o que já fiz em minha vida, meu maior orgulho é ser o pai de vocês.” Nesse momento, o público presente aplaudiu de pé as palavras de Obama à familia.

Barack Obama recebe abraço da esposa Michelle Obama no último discurso como presidente dos EUA

Foto: Divulgação

Nada passou em branco

Obama citou, durante os 54 minutos, tudo o que os EUA viveram nos últimos oito anos. Os desafios climáticos, ataques terroristas, crescimento e crise financeira, grandes acordos com outros países, o avanço da ciência, o casamento gay, acesso à planos de saúde aos estadunidenses.

Nas últimas campanhas eleitorais, Obama apoiou Hillary Clinton e não escapou de cutucadas de Donald Trump. Barack deixou claro: “Me comprometi com o presidente eleito Trump de que a minha equipe garantiria a transição mais suave possível, assim como o presidente Bush fez comigo. Por que cabe a todos nós garantir que o nosso governo possa enfrentar os muitos desafios que virão.”

LEIA TAMBÉM