FAMOSOS

39 anos sem Elvis: 6 motivos para sentir saudade!

Há exatos 39 anos, Elvis Presley era encontrado morto em sua residência, em Memphis, no EUA. Relembre alguns fatos marcantes da carreira do cantor!

None
FOTO: Reprodução

por Redação Alto Astral
Publicado em 16/08/2016 às 14:48
Atualizado às 15:05

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Há 39 anos morria um dos maiores ídolos da música: Elvis Presley. Conhecido como “Rei do Rock“, pode até ser que ele não tenha inventado o ritmo, mas foi o principal ícone do estilo e fez com que ele se tornasse superpopular.

Veja 6 motivos para sentir saudade do astro:

Elvis Presley

FOTO: Reprodução

Voz

Dono de uma voz inconfundível, sem dúvidas, um dos motivos mais óbvios para sentir saudade de Elvis é o seu timbre.

O cantor alcançava notas que iam do gospel inspirado nos corais de igreja, passando pelo country do interior dos Estados Unidos, transitando pelo Rockabilly, chegando ao Rhythm and Blues, e explodindo em baladas românticas, eternizadas por suas interpretações.

Relembre um de seus maiores sucessos:

Rebolado

Elvis Presley rebolando

FOTO: Reprodução

Não foi à toa que Elvis recebeu o apelido de “The Pelvis“. Seu rebolado conquistou uma geração e chamava a atenção por onde passava.

O diário Newspaper afirmou que a única especialidade de Elvis era “o movimento acentuado do corpo” e Ed Sullivan, um dos apresentadores mais prestigiados da década de 50 comentou que Elvis “não era para o público família“.

Sem dúvidas, o ritmo e a rebeldia do astro no início da carreira criaram um magnetismo quase sexual com o público: os garotos queriam ser Elvis, as garotas, queriam Elvis!

Filmes

Elvis Presley no poster de Viva Las Vegas

FOTO: Reprodução

Elvis Presley era fã de atores como James Dean e Marlon Brando. O “Rei do Rock” sempre teve o desejo de atuar em filmes como seus ídolos. Foi seu empresário, “coronel” Tom Parker, que conseguiu o primeiro teste de Elvis para ser coadjuvante em um longa.

Apesar de não ter sido escolhido, Elvis assinou um contrato com a Paramount Pictures e  estrelou seu primeiro filme, “Love Me Tender“. O sucesso foi tanto que Presley estrelou outros 32 filmes.

Regravações

As regravações acompanharam Elvis por toda a sua vida, desde o primeiro sucesso com single com That’s All Right (lado A) e Blue Moon of Kentucky (lado B), o cantor se dedicou a gravar sucessos que, muitas vezes, ficaram ainda mais famosos em sua voz.

Podemos destacar: My Way, Blue Christmas, Bridge Over Troubled Water, Unchained Melody, além dos famosos covers gospel. Relembre:

Filantropia

Elvis Presley fazendo caridade

FOTO: Divulgação

Não é segredo que Elvis era uma pessoa extremamente grata. O astro visitava hospitais, fazia shows beneficentes, doava dinheiro e objetos para instituições e leilões…

Acima, Elvis está ao lado do garoto Stephen Marquette, vítima de poliomielite, em campanha de conscientização feita em 1959 na cidade de Frankfurt, na Alemanha.

Extravagância

Elvis Presley e suas jumpsuits

FOTO: Reprodução

Elvis tem diversas marcas registradas mas, sem dúvidas, suas roupas são inconfundíveis! Em suas primeiras apresentações, o astro adotou paletós com lapela grande e camisas sem gravata.

Já no final dos anos 60, para se diferenciar de outros grandes intérpretes que só usavam ternos (como Frank Sinatra), Elvis optou por macacões (conhecidos como jumpsuits) inspirados em quimonos de karatê. Tudo, claro, com desenhos enormes, coloridos e muito brilho!

Elvis Presley e suas jumpsuits

FOTO: Reprodução

SAIBA MAIS

6 pôsteres de ícones do rock para baixar e colorir
Aprenda a decorar sua casa no estilo rock’n’roll
Quem gravou o primeiro rock da história?
Carl Perkins, o autor de Blue Suede Shoes
História do Rock: Johnny Cash, do country ao blues e à eternidade