Como explicar para os filhos como os bebês nascem?

Série de livros ajuda os pais a responderem às perguntas dos pequenos sobre sexo

pai e filho sentados na rede em explicação
A explicação pode ser lúdica e não fugir da realidade. Para isso, tente explicar de maneira didática o que acontece para que uma mulher tenha um filho com exemplos e ilustrações. (Foto: Pixabay/Shutterstock Images)

Um dilema de muitos pais é a explicação de como lidar e falar com os filhos sobre sexo. Conforme as crianças crescem, surgem os questionamentos e os adultos precisam responder a essas questões de forma satisfatória para os pequenos. A Coleção Biblioteca de Iniciação Sexual* é composta por quatro volumes e tem a missão de auxiliar os pais nessa tarefa.

A concepção
Quando uma criança vê uma mulher grávida é normal ela perguntar como um bebê foi parar lá. Segundo os autores, os pais devem ser claros, dizendo: “os bebês se formam dentro da barriga da mãe e, para isso, é necessário que o óvulo da mulher se junte ao espermatozoide do homem”. Depois disso, é bom uma explicação de que há uma divisão das células e, com isso, o embrião começa a se formar, fazendo com que um bebê cresça na barriga da mãe.

Explicando a relação
Os filhos podem não ficar satisfeitos com a explicação da união do óvulo e do espermatozoide. Crianças querem mais explicações para os seus infinitos e curiosos por quês. Talvez seja a hora de explicar sobre os órgãos e relações sexuais. O que dizer? “As vezes, dois adultos que se sentem atraídos e têm muito carinho ou estão apaixonados um pelo outro, têm relações sexuais, que é a mesma coisa de fazer amor. Nessa hora, eles ficam a sós para poder ficar bem juntinhos”, orientam os autores.

Meninos e meninas
Hora da explicação sobre as diferenças entre meninos e meninas. Conte para eles que:

  • “Desde que nascem meninos e meninas têm órgãos sexuais internos e externos diferentes”.
  • “Cada pessoa tem suas características físicas e o seu próprio jeito de ser. Suas brincadeiras e atividades são diferentes, porque cada pessoa é diferente da outra. Isso não depende de ser homem ou mulher”.

VEJA TAMBÉM:

*A Coleção Biblioteca de Iniciação Sexual foi escrita pelos autores Pilar Migallón Lopezosa, Mercedes Palop Botella, Caterina Marassi Candia e José R. Díaz Morfa e publicada pela editora Girassol.