ESTILO DE VIDA

Você é viciado em café? Pode ser culpa do seu DNA

O vício em café pode ser explicado com uma nova pesquisa: um gene pode ser o responsável por definir se você será ou não viciado na bebida.

None
FOTO: iStock e Getty Images

por Redação Alto Astral
Publicado em 05/09/2016 às 19:34
Atualizado às 20:58

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Se você costuma tomar uma xícara de café logo pela manhã e, ao longo do dia, não dispensa outras doses da bebida, saiba que a culpa pode ser do seu DNA – pelo menos é isso que aponta uma pesquisa realizada com a parceria de universidades holandesas e italianas.

O vício em café pode ser explicado pela presença de um gene

FOTO: iStock e Getty Images

O gene conhecido como PDSS2 é o grande responsável por viciar ou não você em café. De acordo com o estudo, as pessoas que apresentam maiores quantidades dessa substância no DNA tendem a beber menos quantidade do que aquelas que têm níveis mais baixos de PDSS2.

E você sabe o motivo disso acontecer? É que o gene em questão pode ser responsável por uma metabolização mais lenta da cafeína. Em outras palavras, alguém com mais PDSS2 em seu corpo consegue ficar acordado e energizado com uma quantidade específica de café, enquanto quem não o tem precisa de mais doses para atingir a mesma realidade.

SAIBA MAIS:

Verde, preto ou branco: qual é o melhor chá para sua dieta?

5 sucos para fortalecer sua saúde

7 passos que vão te ajudar a acabar com o vício em cigarro

Com essa pesquisa, o objetivo vai além de justificar um vício: os especialistas planejam entender melhor como o próprio organismo humano funciona. Então, lembre-se de que aquela xícara de café pode ser consumida sem nenhum peso na consciência, ok?