ESTILO DE VIDA

A verdade por trás da barriga tanquinho

Entenda quais hábitos podem atrapalhar a conquista pela barriga tanquinho e mude agora mesmo alguns pontos do seu dia a dia

None
Foto: iStock.com/Getty Images

por Redação Alto Astral
Publicado em 19/08/2016 às 18:04
Atualizado às 14:40

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Você faz exercícios físicos regularmente, tem uma alimentação balanceada e, ainda assim, não atingiu o objetivo desejado? Fique atenta, pois alguns deslizes diários podem estar por trás disso! Entenda quais passos seguir para conquistar a barriga tanquinho:

mulher mostrando barriga tanquinho

Foto: iStock.com/Getty Images

Dormir após se alimentar

“O que aumenta o abdome ou o percentual de gordura não é comer e ir dormir, mas sim comer de forma errada e ir dormir, e tudo isso somado ao que você consome ao longo do dia”, explica a nutricionista Rita Cherutti.

SAIBA MAIS

Dê adeus ao inchaço com mudanças no dia a dia!

Conquiste a barriga zero sem sacrifício

Dietas rápidas são boas para emagrecer?

Má postura

O vício postural pode fazer com que a musculatura abdominal fique mais flácida. Portanto, barriga para dentro e peito para fora!

Comer rápido

“Quem come rápido ingere muito ar durante a deglutição (passagem de alimentos, saliva e líquidos da boca para o estômago), isso favorece a formação de gases e a distensão abdominal”, esclarece a nutróloga Cristiane Molon.

Roupas apertadas

“Elas atrapalham a digestão, porque, durante as refeições, ocorre a dilatação do estômago. A pressão das roupas também pode fazer com que os ácidos estomacais refluam para o esôfago, causando azia e distensão”, aponta Cristiane.

Comer fibras em excesso

Nenhum alimento é bem-vindo em excesso. As fibras, por exemplo, podem ocasionar gases e constipação intestinal, impedindo você de conquistar a tão sonhada barriga tanquinho. O ideal é ingerir, aproximadamente, 30g ao dia, sempre acompanhadas de muita água.

Líquidos durante as refeições

Segundo Rita, esse hábito pode causar dilatação abdominal e o indicado é evitar o consumo de bebidas na hora de se alimentar.

5 alimentos que atrapalham a busca pela barriga tanquinho:

Bebida alcoólica: além de ser muito calórica, não possui nenhuma vitamina ou mineral na composição.
Açúcar: ele eleva a taxa glicêmica rapidamente. A mesma tende a cair tão rápido quanto subiu, acarretando a fome. E caso seja saciada com guloseimas ou alimentos gordurosos, além de consumir mais calorias do que é necessário, o pâncreas fica sobrecarregado, podendo ocasionar diabetes.
Leite: rico em um tipo de açúcar, a lactose, no estômago ele pode fermentar e dilatar a barriga.
Sódio: em excesso ele retém líquido, fazendo com que o corpo inche e surja a temida barriguinha.
Refrigerante: contém aditivos, sódio e açúcares em excesso.

Texto: Thaís Farias/Colaboradora | Consultoria: Cristiane Molon, nutróloga de Jaraguá do Sul (SC); Rita Cherutti, nutricionista da New Millen