Verão: dicas para arrasar na estação mais quente do ano

O verão está chegando e você não está na sua melhor forma? Confira um programa de cuidados para recuperar o tempo perdido e ficar em forma para a estação!

None
Foto: Shutterstock.com

por Redação Alto Astral
Publicado em 24/11/2016 às 18:17
Atualizado às 12:40

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

A chegada do verão anuncia um período de sol, calor e… corpo à mostra! Se você faz parte do time de mulheres que não anda comemorando a proximidade da nova estação por estar acima do peso, saiba que há tempo para queimar os quilinhos acumulados ao longo do ano e dar uma repaginada no visual. A dica é aproveitar os próximos meses para investir em uma alimentação balanceada capaz de reduzir medidas, combater a flacidez da pele e ainda deixar os cabelos hidratados e sedosos. Ao final do programa, você estará ainda mais bonita e esbanjando confiança para enfrentar a praia de biquíni. Confira!

Barriga chapada

Foto: Shutterstock.com

Barriga chapada para o verão!

Além das gordurinhas, o volume da região abdominal pode ser fruto da retenção de líquido causada pelo consumo excessivo de sódio. Por isso, o primeiro passo para diminuir a barriga é reduzir a ingestão de sal e temperos prontos, ricos nesse mineral. Para ganhar mais saúde nos seus pratos sem abrir mão do sabor, substitua-os pelo alho, cebola, orégano e cebolinha. Após a perda de peso em água, o segundo passo para chapar a barriga é estimular o corpo a queimar a gordura já estocada investindo nas fibras, que ajudam no bom funcionamento do intestino. Para turbinar suas refeições com esse nutriente, troque os alimentos refinados pelos integrais e invista nas verduras e frutas como a laranja, o abacaxi e a ameixa. Lembre-se, ainda, que o poder desintoxicante das fibras só é ativado com a água, por isso, consuma de 8 a 10 copos (200ml) da bebida durante o dia. Por fim, aproveite a hora do banho para massagear a região da barriga com uma mistura de açúcar e mel, fubá ou outro esfoliante caseiro. Assim como nas drenagens linfáticas das clínicas, esse toque diário ajuda o organismo a quebrar as moléculas de gordura e reduz o inchaço. Vale a pena!

Sem furinhos

Não é só a região abdominal que sofre com o acúmulo de gordura. Quando estocadas no bumbum e nas coxas, as células adiposas se aglutinam umas às outras e causam a temida celulite. Como não existe cura para esses “furinhos” (e o tratamento para amenizá-los costuma ser caro), a prevenção ainda é o melhor remédio. Assim, deixe de consumir calorias de forma desnecessária, trocando o açúcar pelo adoçante e os refrigerantes por sucos e chás. Outra medida que ajuda, e muito, é diminuir o consumo de gorduras animais (saturadas), investindo em iogurtes e queijos light, leite desnatado e nas carnes magras. Os furinhos também não terão chance de aparecer se você estimular a região com exercícios localizados, caminhando ou correndo diariamente.

Parceiro verde

O chá verde é um ótimo parceiro na hora de reduzir medidas. Isso porque a erva reduz a absorção do açúcar no sangue, inibindo a ação das enzimas responsáveis pela digestão de carboidratos. Consequentemente, aquele desejo de devorar pães e doces é diminuído, o trânsito intestinal passa a funcionar melhor e o metabolismo varre o excesso de gordura. Para aproveitar todos os benefícios dessa saborosa bebida, consuma de 4 a 6 xícaras de chá verde diariamente. Como a erva possui uma alta quantidade de cafeína, pessoas que sofrem de insônia devem tomar a última xícara no máximo até as 17 horas.

Corpo durinho

Uma alimentação com muita fibra e pouca gordura também garantirá pele e cabelos mais sedosos, já que essas duas medidas controlam a oleosidade da derme. A boa notícia é que há ainda alguns alimentos específicos que combatem a flacidez do corpo. Um exemplo é a uva, que possui uma substância chamada bioflavonóide responsável por melhorar o tecido vascular. Outro alimento que é gostoso, pouco calórico e ainda deixa o corpo durinho é a gelatina. A sua lista de compras da primavera ainda deve conter cereais integrais (arroz, aveia, linhaça) e leguminosas. Fontes de silício, eles ajudam a dar sustentação à pele. “Há também o abacaxi, que contém enzimas que estimulam a produção de colágeno e fibras de elastina, mantendo a firmeza dos tecidos”, orienta a nutricionista Cristiane Novatto.

Cuidando dos cabelos no verão

O verão é uma época de extremo desgaste para os cabelos, já que sol, praia, areia e piscina costumam danificar os fi os. Por isso, a palavra de ordem nos meses que antecedem a estação é fortalecer ao máximo as madeixas intensificando os cuidados diários. Use sempre xampu e condicionador adequado ao seu tipo de cabelo, massageando a cabeça com os dedos (e não com as unhas). É importante enxaguar o couro cabeludo direitinho, já que o excesso do produto enfraquece a raiz. Tome sempre banho com água morna e, se possível, dê a última enxaguada com água fria. Dessa forma, as cutículas do fio permanecerão fechadas e você ganhará um efeito mais brilhante e luminoso em todo o cabelo. A alimentação também proporciona beleza e maciez para os fios. Antes do verão, procure comer alimentos ricos em vitaminas do complexo B, como, peixes e vegetais folhosos. Eles nutrem o couro cabeludo e deixam as madeixas fortes e brilhantes.

Texto: Leonardo Valle/Colaborador | Consultoria: Cristiane Novatto, nutricionista da clínica Dicorp

LEIA TAMBÉM