Varizes: conheça as causas e tratamentos

Especialista explica como diminuir os sintomas da doença

None

por Redação Alto Astral
Publicado em 19/06/2013 às 09:22
Atualizado às 12:39

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Segundo a Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular, cerca de vinte milhões de pessoas sofrem de varizes no Brasil. Esse distúrbio muito comum em mulheres é o sintoma da chamada insuficiência venosa crônica, uma doença que vem da má circulação do sangue nas veias.

É esse distúrbio que dilata as veias, as torna salientes e incomoda esteticamente muitas mulheres. Por causa das varizes, um vestido curto é muitas vezes trocado por uma calça jeans. Ou são as dores nas pernas que fazem as mulheres preferirem ficar em casa e não praticar exercícios físicos.

Foto: Divulgação

Varizes e vasinhos

O cirurgião vascular Rógerio Neser explica que varizes e vasinhos são a mesma coisa, a diferença é apenas o calibre da veia, ou seja, o tamanho dela.

“Para fins estéticos, os sintomas são dores nas pernas, cansaço e as veias salientes. Em casos mais sérios, pode-se perceber feridas na região dos vasos”, afirma o cirurgião.

Causas

As principais causas desta má circulação das veias são a herança genética e o envelhecimento. Portanto, mulheres com familiares que já apresentaram varizes têm maior chance de  apresentar a doença, assim como mulheres de idade avançada.

Fatores como gravidez, uso de pílulas anticoncepcionais, obesidade, sedentarismo e ficar em uma mesma posição por muito tempo (de pé ou sentado) podem contribuir para agravar os sintomas das varizes.

“Por causa desses fatores não há um tratamento de prevenção de varizes. O que pode ser feito é a diminuição dos sintomas dos pacientes”, afirma Rogério.

Tratamentos

Os principais são os tratamentos cirúrgicos e os de escleroterapia. A cirurgia retira a veia saliente com má circulação de sangue.

A escleroterapia, também chamada informalmente de secagem, promove a injeção de medicamentos na veia para desobstruí-la.

Ambos os tratamentos têm resultados diferentes de acordo com cada paciente.

Exercícios e mitos

“Os exercícios físicos não resolvem, mas podem melhorar a circulação sanguínea. Portanto, caminhadas, corridas e musculação ajudam nesse sentido”, diz Rogério. Ele lembra que as meias elásticas também podem contribuir para uma melhor circulação do sangue.

E lembre-se:

– Cremes não ajudam na desobstrução dos vasos;
– Colocar as pernas em água gelada e água quente também é mito;
– Cruzar as pernas e depilação não causam varizes.