ESTILO DE VIDA

Saiba as vantagens dos jogos e brincadeiras para os idosos

Na terceira idade, atividades físicas e intelectuais têm muito a acrescentar para manter a mente e o cérebro dos idosos bastante ativos!

None
FOTO: Shutterstock.com

por Redação Alto Astral
Publicado em 01/08/2017 às 12:00
Atualizado às 12:00

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Engana-se quem pensa que práticas lúdicas ajudam apenas na formação cognitiva das crianças. Além dos adultos, algumas ações podem e, em certos casos, devem ser usadas com idosos nos mais diversos âmbitos, seja nos campos profissional ou pessoal.

Ao longo de todos os anos de vida, o cérebro dos idosos vai acumulando os conhecimentos vividos e, naturalmente, sucumbe a esse excesso de informações. Os jogos podem ser eficazes tanto em pessoas saudáveis quanto naqueles que adquiriram algum tipo de doença, como o Alzheimer. Algumas atividades simples, como palavras cruzadas e quebra-cabeças, podem contribuir para a prevenção dessa enfermidade que atinge mais de 1,2 milhão de brasileiros, segundo a Associação Brasileira de Alzheimer (ABRAz).

Outra opção é realizar um jogo da memória em que os idosos devem falar o maior número de palavras que iniciam com uma determinada letra. A dificuldade varia com o estágio da doença. Se um paciente tiver mais dificuldade, pode receber algum tipo de ajuda. Jogos com exercícios físicos também contribuem para a prevenção e para o tratamento do Alzheimer. Ao estimular mais os músculos, a capacidade cognitiva da pessoa é desenvolvida, o que melhora a sinalização dos mesmos.

“A atividade física ajuda a trazer um estilo de vida mais saudável, além de prevenir doenças cardiovasculares e trazer benefício para a circulação do cérebro”, explica o geriatra Alexandre Leopold Busse. Alexandre também cita que há uma evolução em 50% no tratamento do Alzheimer quando se compara os ativos com sedentários. Com isso, são estimuladas a memória e a atenção.

Para prevenir casos assim no futuro, o geriatra indica um cuidado especial desde a infância.“Acredito que seja importante manter a saúde cerebral em todas as fases da vida, pois já foi mostrado em pesquisas que ao manter hábitos saudáveis e a mente ativa em cada etapa, a pessoa se protege contra a doença de Alzheimer no futuro”, relata.

Para exercitar o cérebro

Na galeria abaixo, confira 5 atividades que vão exercitar seu cérebro!

Soluções

Clique nas imagens para revelar as respostas dos jogos.

LEIA TAMBÉM

Texto e entrevista: Vitor Manfio/Colaborador – Edição: Victor Santos/Colaborador e Giovane Rocha

Consultoria: Alexandre Leopold Busse, geriatra da empresa AzimuteMed;

Fonte::Jogos de regras como recurso de intervenção pedagógica na aprendizagem de crianças com transtorno de déficit de atenção/hiperatividade, dissertação de Rebeca da Silva Campos Andrade.