Estrabismo: tudo o que você precisa saber

PC Siqueira realizou recentemente cirurgia que reverte o estrabismo e afirma em vídeo: "a cirurgia pode não durar para sempre"

None
Foto: Reprodução/Youtube

por Redação Alto Astral
Publicado em 05/07/2016 às 15:36
Atualizado às 21:02

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Recentemente, o Youtuber PC Siqueira divulgou a cirurgia realizada para se recuperar do estrabismo. Em cena, ele mostrou a satisfação com o resultado logo no primeiro mês após a cirurgia, apesar de os olhos ainda estarem bastante vermelhos. Mesmo após a operação, que foi feita para fins estéticos, internautas o atacaram com comentários maldosos, o que fez PC refletir sobre o preconceito que pessoas portadoras dessa disfunção enfrentam rotineiramente.

Por isso, preparamos um guia sobre tudo o que você precisa saber sobre o estrabismo – principalmente no que se refere a discriminação.

Foto: Reprodução/Youtube

Foto: Reprodução/Youtube

O que é o estrabismo

O estrabismo é uma patologia oftalmológica que desalinha os olhos e faz cada um deles apontar para uma direção. Apesar de estar presente em cerca de 4% das crianças, a doença pode surgir também na fase adulta. Por conta do desvio, quem possui estrabismo tem dificuldades para fixar o olhar em objetos à sua frente. Em crianças, provoca a perda da visão tridimensional e pode evoluir para ambliopia, em que o cérebro reconhece a visão de apenas um dos olhos.

Causas

As causas do estrabismo não são completamente conhecidas, mas em alguns casos pode ocorrer de herança genética ou pela falta do uso de óculos nos momentos adequados.

Dificuldades

Siqueira relata que fez a cirurgia por motivos estéticos, mas ressalta o preconceito existente em torno da doença, que existe em vários aspectos da vida, o que pode até acarretar em problemas psicológicos para quem possui a disfunção. “As pessoas estrábicas são consideradas mais feias e menos inteligentes”, afirma PC, ao comentar sobre as dificuldades pessoais, profissionais, amorosas e financeiras pelas quais estas pessoas enfrentam.

Tratamento

Quanto mais precoce for o diagnóstico, melhor será o decorrer e o resultado do tratamento, que pode ser realizado por meio de tratamento clínico ou cirurgia – este, geralmente indicado para quando o tratamento clínico não tem eficiência.

Veja o vídeo de PC e deixe o seu comentário!

Fontes consultadas: www.visarehospitaldeolhos.com.br/doencas-oculares/estrabismo/ e www.imo.com.br

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.