Veja como estudar melhor com 6 truques

Estudar pode ser uma tarefa complicada para diversas pessoas. Por isso, separamos 6 dicas infalíveis para ajudar nos estudos!

None
FOTO: Shutterstock.com

por Redação Alto Astral
Publicado em 09/11/2016 às 11:36
Atualizado às 13:26

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

É possível estimular o cérebro para estudar e aprender até mesmo os conteúdos mais complexos. Então, confira dicas para potencializar sua capacidade e mandar bem em qualquer prova daqui pra frente!

1 – Faça um planejamento. Segundo a educadora Semadar Marques, é importante realizá-lo de acordo com suas necessidades e dedicar-se para cumpri-lo. Essa organização trará clareza e objetividade, além de auxiliar a voltar ao trabalho mais facilmente quando a distração acontecer.

sala-aula-estudar-alunos-professora

FOTO: Shutterstock.com

2 – Estabeleça metas. “Estudantes que sabem onde querem chegar costumam encarar seus estudos com maior responsabilidade e frequência, evitando estudar na véspera das provas”, esclarece a coordenadora pedagógica Cristine Mangolim.

3 – Organize o ambiente. Estudar em uma mesa bagunçada e não encontrar o que precisa só dificulta a aprendizagem. Isso é importante porque, de acordo com a coordenadora pedagógica Sueli Adestro, “o cérebro funciona memorizando os locais em que se localizam os materiais escolares e os livros, por exemplo”.

4 – Leia e escreva o conteúdo (à mão!). A pedagoga Dirce Pessoa explica que, ao passar o que foi lido para o papel, potencializa-se a concentração e a memorização, já que as redes neurais responsáveis pela escrita são ativadas.

5 – Encontre formas de tornar o estudo mais criativo e empolgante. “Vale fazer anotações e analogias engraçadas ou contar histórias mirabolantes que remetam ao conteúdo. Enfim, use a imaginação e seja criativo: isso ajudará a ter motivação e seguir firme com foco e concentração no que faz”, recomenda Semadar. Ao criar esse tipo de associação, o cérebro conecta a informação com uma memória de longo prazo, proporcionado maior rapidez na hora de lembrá-la.

6 – Mentalize os frutos que o estudo trará para você. “Quando estamos motivados, as metas transformam-se em ação, e este reforço positivo é gerado por meio da projeção da recompensa ou resultados. Pensar em gratificação libera a dopamina, neurotransmissor do prazer, restabelecendo a motivação e o foco”, recomenda a psicóloga clínica Márcia Mathias.

LEIA TAMBÉM

Texto e entrevistas: Vitor Manfio/Colaborador – Edição: Giovane Rocha/Colaborador

Consultorias: Cristine Mangolim, coordenadora pedagógica do Colégio Cantareira, em São Paulo (SP); Dirce Gurgel Pessoa, pedagoga com especialização em supervisão escolar da Rede Educacional Alub; Márcia Mathias, psicóloga clínica; Semadar Marques, educadora e especialista em empatia e Inteligência Emocional; Sueli Adestro, coordenadora pedagógica da Tutores, em Campinas (SP)