ESTILO DE VIDA

Tratamentos das aftas: conheça algumas dicas para amenizar o incômodo

Esclareça suas dúvidas para acabar com essas feridinhas que aparecem na parte interna da boca e podem causar dor e coceira. Saiba quais são os tratamentos das aftas

None
Descubra quais são os tratamentos das aftas e acabe com o sofrimento! FOTO: Shutterstock

por Redação Alto Astral
Publicado em 01/04/2018 às 17:00
Atualizado às 17:01

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

As aftas são úlceras dolorosas da mucosa da boca, que podem ser múltiplas ou sozinhas. Elas se apresentam como lesões vermelhas com o centro branco e entre os sintomas mais comuns estão ardência, coceira e formigamento no local atingido. Vale lembrar que machucados provocados pela mordida das bochechas ou pelos ferros dos aparelhos dentários, por exemplo, não podem ser considerados como aftas. Existem dois tipos de aftas: as menores (com tamanho inferior a 1cm), que ocorrem em 80% dos casos e cicatrizam de 7 a 14 dias; e as maiores (de 1 a 3cm), que demoram um pouco mais para desaparecer e, nesse caso, devem receber um cuidado especial. Conheça as causas e tratamentos das aftas e se livre de vez desse mal!

Causas

As razões para o surgimento da afta ainda são desconhecidas, mas é possível que ela seja provocada por células do sistema imunológico. As lesões na boca podem ainda estar relacionadas à predisposição genética, à influência hormonal ou a fatores alérgicos, por exemplo. É importante não confundir a afta com machucados parecidos que acompanham algumas doenças crônicas. Na dúvida, um médico deve ser sempre consultado.

Tratamentos das aftas

As aftas normalmente desaparecem sozinhas, portanto o tratamento é para amenizar os sintomas que causam incômodo. Alguns estudos mostram que o uso de corticoide tópico (próprio para mucosa) diminui a dor e o tempo de cicatrização. Outros medicamentos anti-sépticos e anestésicos tópicos, antibióticos e vitaminas também podem ser utilizados.

Uma pesquisa demonstrou que pacientes com aftas recorrentes, diagnosticados com a bactéria Helicobacter pylori no estômago, apresentaram redução das aftas e do tempo de cicatrização quando a bactéria foi tratada. Mas, algumas medidas caseiras também podem ajudar. É o caso, por exemplo, da alcalinização da boca através de bochechos com bicarbonato de sódio ou antiácidos, que podem aliviar a dor.

Texto: Redação Alto Astral | Consultoria: Lourdes Teixeira da Silva, gastroenterologista do hospital Beneficência Portuguesa de São Paulo

LEIA TAMBÉM: