Castanhas: conheça melhor dois tipos do alimento e turbine o organismo

Tipica do Brasil, a castanha-de-caju e a castanha-do-pará oferecem vários benefícios para quem consome. Que tal inseri-las na dieta?

None
Foto: iStock

por Redação Alto Astral
Publicado em 16/01/2017 às 12:28
Atualizado às 13:07

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Desenvolver o hábito de consumir duas unidades dessas oleaginosas por dia é o ideal para que seu corpo desfrute de todas as vantagens que as castanhas podem oferecer. Estão entre os mais populares petiscos consumidos no país e, mais do que isso, são originais do Brasil. Castanha-do-pará ou castanha-de-caju: qualquer uma delas está cheia de nutrientes benéficos.

castanha-de-caju

Foto: iStock

Energia não pode faltar!

As castanhas são constituídas, basicamente, de carboidratos, compostos essenciais por oferecerem ao corpo toda a energia que precisa para realizar as atividades do dia a dia. “As oleaginosas também fornecem gorduras monoinsaturadas e poli-insaturadas que são fundamentais para o funcionamento do organismo. Apesar de calóricas, contribuem para diminuir o colesterol e também favorecem o coração”, explica a nutricionista Carolina Marques.

Poder mineral

O grande destaque é a castanha original do Pará, bastante rica no mineral selênio, que traz diversas vantagens para a saúde. Com sua ação antioxidante, protege o organismo contra a ação dos radicais livres, substâncias que, em excesso, causam danos às células, como envelhecimento precoce, doenças degenerativas e até mesmo câncer. Mas esse mineral faz muito mais por você: fortalece o sistema imunológico e auxilia o reprodutivo; reduz a oxidação do colesterol ruim (LDL), protegendo as artérias e o coração; associado à ação da vitamina E, outro composto antioxidante, ajuda a amenizar os sintomas de doenças hepáticas e musculares.

Consumo certo

Como são muito calóricas, o ideal é não exagerar no consumo diário de castanhas. Nutricionistas indicam que a quantidade deve ser limitada a 2 unidades por dia para obter seus benefícios. Fique atento aos rótulos para conferir se as castanhas não foram torradas em gordura hidrogenada, já que pode agregar calorias extras. Evite também consumi-las com sal, pois, em excesso, pode agravar e até mesmo desenvolver problemas de pressão alta.

Sem estresse!

Consumir castanhas diariamente ajuda a evitar o estresse, o nervosismo, a depressão e todos esses fatores que trazem uma imensa indisposição. Na castanha-do-pará, as concentrações de vitamina B1 (tiamina) e ácido fólico ajudam a controlar as funções do sistema nervoso, livrando o organismo da ansiedade.

Já na castanha-de-caju, o mineral magnésio é o principal responsável pelo controle do estresse, já que influencia na transmissão de impulsos nervosos e ajuda no relaxamento muscular.

Combinação de nutrientes

Além dos poderosos compostos antioxidantes, as castanhas também concentram sais minerais importantes. O cálcio é essencial para a prevenção de osteoporose, fortalecimento dos ossos e equilíbrio da pressão arterial. A boa concentração de potássio ajuda a regular os batimentos cardíacos e as contrações musculares, afasta cãibra e deixa os cabelos mais resistentes. O mineral fósforo também ajuda a fortalecer os ossos, favorece a memória e evita o cansaço.

LEIA TAMBÉM:

Consultoria: Carolina Marques, nutricionista
Texto: Redação Alto Astral

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.