ESTILO DE VIDA

4 tipos de câncer mais comuns entre os brasileiros

O câncer é uma doença que, se não tratada, leva à morte. Existem alguns tipos que tingem mais os brasileiros, com sintomas próprios.

None
FOTO: Shutterstock Images

por Redação Alto Astral
Publicado em 23/08/2016 às 19:52
Atualizado às 20:59

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Sabia que, somente para este ano, são esperados cerca de 596 mil novos casos de câncer no Brasil, sendo que mais de 300 mil serão detectados em mulheres? “Excluindo os cânceres de pele não melanoma, os tumores mais comuns no nosso país são: próstata nos homens e mama nas mulheres. O câncer de pulmão é o segundo mais comum nos homens e ocupa o quarto lugar no sexo feminino”, explica o oncologista e diretor da Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica (SBOC), Volney Soares Lima. A seguir, você confere uma pequena explicação dos tipos de câncer que mais atingem os brasileiros.

O câncer pode ser tratado com tratamentos específicos

FOTO: Shutterstock Images

Câncer em foco: os mais frequentes

Mama: quando as células mamárias sofrem alterações genéticas, é diagnosticado um tumor maligno. Se a doença for detectada ainda no início, as chances de cura e o prognóstico são bastante favoráveis. É imprescindível que a mulher fique atenta a alguns sinais, como alterações na pele ao redor da mama e no mamilo, secreções estranhas (que não são leite) e nódulos (caroços) palpáveis com ou sem dores no seio. Para detectar é recomendado o exame anual e a realização da famosa mamografia uma vez ao ano.

SAIBA MAIS:

Morango: proteção contra o surgimento de tumores

Espinafre previne tumores e protege os olhos

Conheça a Youtuber que tem um tumor facial e faz vídeos de maquiagem

Pele não melanoma: o Brasil tem um clima que favorece essa doença, justamente por ser tropical e bastante ensolarado. Apesar de ser o que mais atinge os brasileiros, o câncer de pele não melanoma tem bom prognóstico, com altas taxas de cura se tratado de forma precoce e adequada. Entretanto, caso o diagnóstico demore, as consequências podem ser graves, como úlceras na pele e deformidades físicas. Ocorre o surgimento de pequenas lesões – geralmente na forma de nódulos – nas regiões do corpo que ficam mais expostas ao sol (como braços e pernas). Com o passar do tempo e sem os cuidados certos, pode ser que essa ferida aumente e apresente sangramento.

Pulmão: segundo dados do Instituto Nacional de Câncer (INCA), esse tipo de tumor apresenta aumento de 2% por ano na sua incidência mundial. Da mesma forma que acontece com as outras versões do câncer, uma célula normal do pulmão sofre uma mutação em genes específicos que estão relacionados à multiplicação celular – após exposição aos fatores de risco. Os sinais podem variar, dependendo do lugar em que o tumor aparece. Alguns dos mais recorrentes são: tosse, dor torácica, cansaço, dor nos ossos, dificuldade para engolir e falta de ar.

O câncer de mama é um dos mais recorrentes entre os brasileiros

FOTO: Shutterstock Images

Próstata: localizada na parte baixa do abdômen, a próstata é um órgão muito pequeno e que produz parte do sêmen. No Brasil, esse tipo da doença é o segundo mais comum nos homens, perdendo apenas para o de pele. Alguns dos tumores que se desenvolvem na próstata podem se espalhar rapidamente para outros órgãos e, em alguns casos, levar à morte. Os homens devem ficar atentos à sinais como ardência ao urinar, um pouco de sangue no esperma e jato fraco de urina.

Texto Larissa Tomazini

Consultoria Volney Soares Lima, oncologista e diretor da Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica (SBOC)