ESTILO DE VIDA

Terapia breve: as técnicas empregadas nesse tipo de psicoterapia

Com técnicas focadas nos problemas do paciente, a terapia breve busca realizar tratamentos em menor tempo e com a mesma efetividade dos métodos tradicionais

None
Além do tempo limitado no tratamento, o diferencial da terapia breve é a solução estratégica e objetiva dos problemas. FOTO: Reprodução/Pure Stock X e Diomedia

por Redação Alto Astral
Publicado em 05/09/2016 às 15:54
Atualizado às 20:58

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Focada na solução estratégica e objetiva das adversidades, a terapia breve utiliza técnicas que visam auxiliar o paciente de forma efetiva sem tomar, para isso, períodos muito longos de tratamento. Conforme explica Bayard Galvão, psicólogo clínico especialista em psicoterapia breve, “foco e solução de problemas são as bases da psicoterapia moderna. Não há necessidade de anos de terapia para resolver problemas que costumam ser superáveis ou curáveis em meses”.

SAIBA MAIS

Terapia breve: soluções em menor tempo e mais foco nos problemas

Terapia familiar: conheça as técnicas por trás do método

Economizando tempo sem perder o foco

Sendo assim, o diferencial dessa modalidade de tratamento não consiste apenas no tempo limitado – que pode ser até mesmo pré-definido, dependendo do caso e do que o paciente venha a estabelecer em acordo com o profissional -, mas também na
questão estratégica: o diagnóstico é feito, o problema é colocado em foco e a solução é realizada de maneira objetiva. “Imagine a expressão ‘tratamento médico breve’. Ora, o foco não é ser necessariamente breve, mas objetivo e efetivo dentro do possível”, ilustra o psicólogo.

lápis, calendário, em branco

Além do tempo limitado no tratamento, o diferencial da terapia breve é a solução estratégica e objetiva dos problemas. FOTO: Reprodução/Pure Stock X e Diomedia

Texto: Érika Alfaro Edição: João Paulo Fernandes