Tatuagem para esconder estrias já existe! Saiba como funciona

Criada pelo tatuador Rodolpho Torres, a técnica permite esconder estrias usando na tatuagem um tom próximo ao da pele para camuflar as marcas

Com a tatuagem, as estrias se tornam imperceptíveis
Com a tatuagem, as estrias se tornam imperceptíveis - Shutterstock

por Thaís Lopes Aidar
Publicado em 17/04/2022 às 15:00
Atualizado às 15:00

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Embora comuns, as estrias podem ser uma grande questão estética para quem se importa com as marquinhas, principalmente quando surgem em abundância e em lugares mais visíveis do corpo. Dessa forma, ainda que as linhas não tragam nenhum dano à saúde, recorrer a métodos que as tratem ou suavizem é uma boa pedida para quem deseja recuperar a autoestima e sentir-se bem com o corpo. 

Assim, cremes e tratamentos estéticos, como o laser, foram por muito tempo as únicas soluções disponíveis para tratar estrias. Mas isso mudou, viu? Além de novos procedimentos dermatológicos, existe outra inovadora possibilidade para cobrir as marcas: a tatuagem de reparação estética! 

Criada pelo tatuador Rodolpho Torres, a técnica visa camuflar as marcas, além de agir ainda em olheiras e cicatrizes no geral, já que a ideia é justamente esconder essas queixas. Ou seja, a estria não sumirá por completo, afinal, não é um tratamento, mas será escondida, suavizada. 

Como é feita?

"Pode-se dizer que o método gera uma ilusão de ótica por meio do sombreamento da tatuagem. A tinta é semelhante ao tom da pele do paciente, assim, se mistura às estrias, olheiras e cicatrizes, camuflando essas marcas. É um procedimento com resultado natural e sem riscos de manchar a pele ao se expor ao sol", explica o criador. 

Portanto, a ideia é que o pigmento da tattoo seja o mais próximo possível ao tom de pele do cliente para que as cores se misturem e cubram o alvo. O resultado disso é a suavização das manchas e marcas, tornando-as mais uniformes e menos visíveis. 

Todo mundo pode fazer?

A boa notícia é que sim! Segundo Rodolpho, as tintas usadas costumam ter um aceitamento geral por serem hipoalergênicas e aprovadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Ele destaca ainda que o procedimento é indolor, rápido, sem sangramentos e com resultados permanentes. 

Mas lembre-se: não é porque todo mundo pode fazer que você precisa se submeter à técnica, viu? Pelo contrário: a ideia por trás da tatuagem de reparação estética é justamente suavizar queixas para que as pessoas encontrem mais bem-estar com seus corpos e melhorem a autoestima. 

Fonte: Rodolpho Torres, tatuador e criador do método de reparação estética.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.