ESTILO DE VIDA

Tabela nutricional: aprenda o que significa cada item

Saber interpretar a tabela nutricional é importante para saber o que está levando para casa. Confira o que cada item quer dizer!

None
Foto iStock.com/Getty Images

por Redação Alto Astral
Publicado em 02/09/2016 às 20:00
Atualizado às 20:58

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Quem busca uma alimentação mais saudável deve saber interpretar a tabela nutricional dos alimentos. Se você ainda tem alguma dúvida sobre o tema, veja o que cada item dela quer dizer!

homem lendo rótulo de alimento

Foto iStock.com/Getty Images

Energia

Indica quantas das famosas calorias (kcal) a porção do alimento fornece.

Carboidratos

São fontes de energia para o corpo e o que não é consumido pelo organismo acaba sendo estocado na forma de gordura. Os carboidratos são encontrados em pães; tubérculos, como batata; massas; farinhas e doces em geral. Prefira os alimentos integrais, pois fornecem carboidratos complexos e são melhores para a saúde, por serem digeridos mais lentamente pelo organismo, ao contrário dos carboidratos simples, encontrados em farinhas refinadas.

Proteínas

São fundamentais para a construção e manutenção das células, tecidos e órgãos do organismo. As principais fontes são carnes, leite e seus derivados, além de leguminosas, como feijão, soja e quinoa.

Sementes de quinoa, alimento orgânico, alimentação saudável

Foto Shutterstock.com

Gorduras

  • Gorduras totais: correspondem à soma das gorduras saturadas, insaturadas e trans.
  • Gorduras saturadas: encontradas em produtos de origem animal, como carnes e leites. Consumi-los em excesso pode aumentar o risco de doenças cardiovasculares.
  • Gorduras trans: esse tipo não existe na natureza e é típica de produtos industrializados, como bolachas recheadas e sorvetes. São adicionadas aos alimentos para dar sabor, textura e maior durabilidade. Seu consumo deve ser moderado, já em excesso pode implicar em várias doenças.
  • Gorduras insaturadas: nem sempre aparecem nas tabelas nutricionais. São as chamadas gorduras boas, que colaboram para a redução do colesterol ruim no sangue, prevenindo problemas cardiovasculares.

Saiba mais:

Boa ou ruim? Conheça os tipos de gordura que ajudam na dieta

Sódio: saiba os perigos do excesso e da falta do mineral no organismo

Entenda a diferença entre carboidratos “bons” e “ruins”

Fibra alimentar

Principais responsáveis pelo bom funcionamento do intestino, também ajudam no controle das taxas de glicemia e colesterol. As fibras são encontradas em mais quantidade em alimentos naturais, como verduras e legumes.

Sódio

Último item da tabela, o sódio é importante para a regulação hídrica e o bom desempenho do cérebro. Porém, em excesso, pode reter líquidos e aumentar a pressão arterial. Está presente em quase todos os produtos industrializados, já que é usado como conservante e realçador do sabor.

Consultoria Tatiana Rom, nutricionista