Tabagismo é principal causa do desenvolvimento de câncer de bexiga

Segundo especialistas, o tabagismo têm influência direta no desenvolvimento da doença, que atingiu mais de 9000 pessoas no Brasil em 2016

None
Cerca de metade dos casos de câncer de bexiga está relacionado com o tabagismo. FOTO: iStock.com e Getty Images

por Redação Alto Astral
Publicado em 03/08/2017 às 07:00
Atualizado às 13:58

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Além de ser considerada a principal causa de morte evitável em todo o mundo, pela OMS (Organização Mundial da Saúde), o tabagismo também é causador de diversos tipos de câncer, entre eles o de bexiga – que, somente em 2016, atingiu 9.760 pessoas no Brasil, segundo dados do INCA (Instituto Nacional do Câncer) e, por essa razão, julho é considerado o mês de conscientização da doença. Segundo especialistas, metade dos casos da neoplasia é atribuída ao consumo do tabaco.

“A fumaça inalada pelos fumantes contém alguns carcinógenos que são absorvidos pelos pulmões, entram e são transportados pelo sangue, filtrados pelos rins e, por fim, concentram-se na urina. Estas substâncias podem danificar as células da bexiga, aumentando consideravelmente os riscos de câncer no órgão”, explica o oncologista Diocésio Andrade.

Causas diversas

“Caso o paciente note alterações como dor, sangramento e necessidade frequente de urinar, mas sem conseguir fazê-lo, ele deve procurar um especialista, pois estes são alguns dos sinais de alerta para diferentes doenças do aparelho urinário, incluindo o câncer de bexiga”, alerta o oncologista.

Conheça as características do câncer causado, principalmente, pelo tabagismo e saiba como preveni-lo:

Texto: Redação Alto Astral | Consultoria: Diocésio Andrade, oncologista do Grupo Oncoclínicas/InORP (Instituto Oncológico de Ribeirão Preto)

LEIA TAMBÉM

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.