Quando a suplementação para idosos é necessária?

É possível encontrar muitos nutrientes em cápsulas ou em pó. A suplementação para idosos pode suprir as necessidades do organismo, mas é eficiente e segura?

None
Foto: Shutterstock.com

por Redação Alto Astral
Publicado em 05/12/2017 às 12:30
Atualizado às 12:30

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Com alimentos naturais em refeições completas, é possível suprir a necessidade do organismo de todos os nutrientes. Contudo, com o passar dos anos, a demanda passa a ser outra e só a alimentação não é capaz de garantir aquilo que o organismo precisa. E daí, como agir nessas situações? Uma boa resposta pode ser apostar na suplementação para idosos!

Repondo os nutrientes

A suplementação para idosos é indicada quando a alimentação não supri todas as necessidades de nutrientes essenciais ao organismo, aqueles que o corpo não consegue produzir. “Quando a ingestão de alimentos é deficitária, tanto em quantidade e qualidade, a utilização de suplementos faz-se necessária para repor esses nutrientes em falta.

A suplementação é frequentemente indicada para os idosos, devido à diminuição na absorção de nutrientes e pela falta de ingestão adequada dos alimentos. Muitas vezes, se alimentam pouco, não realizam todas as refeições do dia e se não se alimentam de todos os grupos de alimentos”, explica a nutricionista Letícia Masulck.

Faz bem ou não?

Para saber a real necessidade da suplementação para idosos, é necessária a avaliação clínica detalhada, feita por um médico ou nutricionista. Hábitos alimentares, prática de atividade física, doenças preexistentes e uso de medicamentos devem ser levantados para a melhor escolha de qual suplemento a ser usado pelo idoso.

“A automedicamentação, sendo ela de suplemento ou não, pode piorar quadros de doenças existentes, e até mesmo, causar outras novas”, alerta a profissional. Portanto, de uma maneira geral, a suplementação é benéfica para a saúde dos idosos, desde que seja feita seguindo as recomendações de profissionais.

LEIA TAMBÉM

Texto e entrevistas:  Larissa Tomazini – Edição: Giovane Rocha

Consultorias:  Ana Paula Moura, Greice Caroline Baggio, Letícia Masulck e Lilian Speziali, nutricionistas; Luciana Carneiro, nutróloga

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.