ESTILO DE VIDA

Superalimentos: conheça e saiba quais deles devem estar na sua dieta

Os superalimentos proporcionam nutrientes além do básico, sendo benéficos não somente para a dieta, como também para a saúde. Clique e saiba mais!

None
Fotomontagem: Divulgação

por Redação Alto Astral
Publicado em 18/01/2017 às 16:03
Atualizado às 20:54

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Os superalimentos – ou superfoods, como são mais conhecidas – é o termo que se refere a alimentos que oferecem benefícios além da nutrição básica. Um único vegetal que pode auxiliar na prevenção ou tratamento de doenças, melhoras no aspecto da pele ou no cansaço físico e mental, por exemplo, é considerado como um superalimento.

Por isso, nós listamos abaixo 5 superalimentos para você incluir na sua dieta e como você pode substituí-los!

5 superalimentos para incluir na dieta e seus benefícios

1 – Chia

superalimentos: chia

Foto: Divulgação

Por ter um preço relativamente acessível e proporcionar diversos benefícios, as sementes de chia são queridinhas na dieta de muitas pessoas. No entanto, suas vantagens vão além dos antioxidantes, já que possui grande quantidade de ômega-3, gordura boa necessária para o organismo. Outros benefícios que a chia proporciona além de ajudar no emagrecimento são:

  • Prevenção e controle do diabetes: pela quantidade de fibras e o maior tempo de liberação da glicose, a chia é uma semente benéfica para a prevenção da diabetes tipo 2;
  • Aumento do cálcio: para quem tem intolerância à lactose, ingerir chia é uma ótima opção, já que sua semente contém cálcio;
  • Antiimunológico: a chia possui minerais que fortalecem o sistema imunológico, deixando o corpo mais resistente à gripes, resfriados e infecções;
  • Pele, cabelo e unhas mais bonitos: a vitamina A e B12 presentes na composição da chia tornam a semente benéfica para a melhora do aspecto do cabelo, pele e unhas;
  • Trata a anemia: ao ingerir duas colheres de sopa de chia por dia, você estará proporcionando 2,2mg de ferro ao seu corpo, ou seja, 12% do recomendado.

Dica: triture a chia antes de ingeri-la para obter o máximo de seus nutrientes.

2 – Goji Berry

superalimentos: goji berry

Foto: Divulgação

A fruta, que ganhou muito destaque recentemente por conta de seus inúmeros benefícios, possui grande quantidade de Vitamina C e antioxidantes, sendo que, para “substituí-la”, será necessário ingerir frutas cítricas, vegetais e legumes, como pimentão amarelo, repolho e espinafre. Mas as vantagens da goji berry vão além!

  • Diminui celulites: sua ação antiinflamatória trata a celulite, que nada mais é do que uma inflamação;
  • Melhora da visão: a goji berry possui um nutriente chamado carotenoides, responsável por melhorar a visão;
  • Prevenção contra o câncer: em sua composição, existe um nutriente capaz de inibir células cancerígenas, principalmente em relação ao câncer de cólon e de colo de útero;
  • Coração saudável: as vitaminas C, E e A presentes na fruta reduzem o colesterol ruim, diminuindo o risco de doenças do coração.

3 – Açaí

superalimentos: açaí

Foto: Divulgação

Sua composição nutricional contém proteína, vitaminas, minerais, gorduras boas e vitaminas, porém, é um alimento bastante calórico. Portanto, a recomendação é que ele seja consumido puro, com água ou com uma fruta com baixas calorias. Outros benefícios do açaí são:

  • Antienvelhecimento: o açaí contém nutrientes chamados flavonoides e antociacinas, que protege as células e reduz sua degradação;
  • Prevenção do Alzheimer: a fruta deixa o cérebro mais alerta, além de prevenir danos no órgão que causam o Alzheimer;
  • Antiinflamatório: o açaí pode contribuir para a redução de sintomas de doenças como asma, inflamações crônicas e doenças autoimunes;
  • Fortalecimento do sistema imunológico: o alto teor de Vitamina C auxilia no fortalecimento do sistema imunológico.

4 – Mirtilo

superalimentos: mirtilo

Foto: Divulgação

Uma das características que mais destaca o mirtilo é o baixo teor calórico, já que 100g do fruto fornece apenas 57 calorias. Além disso, seus nutrientes antioxidantes protegem o organismo contra doenças cardiovasculares. Confira algumas outras vantagens:

  • Reduz níveis de açúcar no sangue: a presença do ácido clorogênico na fruta faz com que os níveis de açúcar no sangue sejam diminuídos, sendo o mirtilo uma alternativa no tratamento da diabetes tipo 2;
  • Fonte de minerais: o mirtilo é rico em minerais, entre eles o potássio, elemento importante no organismo, responsável por controlar a pressão arterial e a frequência cardíaca. Além disso, os minerais presentes na fruta ajudam na formação de células glóbulos vermelhos no sangue;
  • Antienvelhecimento: componentes presentes na fruta previnem o organismo contra o envelhecimento, além de auxiliar também na prevenção contra o câncer, infecções e doenças degenerativas;
  • Rico em Vitamina B: rico em Vitamina B, o mirtilo auxilia o organismo a metabolizar proteínas, gorduras e carboidratos.

5 – Amêndoas

superalimentos: amêndoas

Foto: Divulgação

Também presente na lista de superalimentos para incluir na dieta, a amêndoa é muito usada em formato de óleo para hidratar a pele. No entanto, os nutrientes inclusos em sua composição a tornam muito mais poderosa para o organismo do que parece. Veja alguns de seus benefícios:

  • Ajuda a tratar a hipertensão: por conter potássio, a amêndoa é uma grande aliada na prevenção da pressão alta. Além disso, o potássio aliado com o magnésio presente na oleaginosa reduz o inchaço corporal;
  • É benéfico na gravidez: o magnésio presente na amêndoa previne contrações antes da hora. No entanto, consulte um médico antes de consumi-la. E se você sofre com cãibras, esta também é uma alternativa;
  • Previne e trata a osteoporose: possui cálcio em sua composição nutricional, o que ajuda no tratamento e prevenção da osteoporose.

FONTES:Tua Saúde, Forma Saudável, Quero Saúde, Minha Vida e Blog Dieta

LEIA TAMBÉM: