ESTILO DE VIDA

Sistemas de comando em empresas: o que devem ter para dar certo

No seu livro A Arte da Guerra, Sun Tzu estabelece as leis da liderança, ou seja, sistemas de comando que auxiliam o bom andamento da empresa!

None
Foto: Reprodução/Pixabay

por Redação Alto Astral
Publicado em 20/01/2017 às 08:16
Atualizado às 17:23

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Apesar do livro A Arte da Guerra ter sido escrito há muito tempo, os ensinamentos passados por Sun Tzu nos 13 capítulos da obra ainda são atuais e utilizados por empresários e empresárias do mundo todo. Dessa forma, o décimo ensinamento do chinês envolve as leis da liderança. Segundo ele, a responsabilidade de fazer uma equipe vencer pertence a um líder e algumas características definem bons sistemas de comando. Confira!

barquinhos líder comando

Foto: Reprodução/Pixabay

Descentralização: Cada pessoa tem autoridade para atingir objetivos, exceto o que é proibido. Um bom líder tem o comando da sua própria unidade, que, por sua vez, sabe de onde vem as instruções.

Liberdade: É importante que o líder saiba dar liberdade a seus funcionários. O líder não pode deixar que seu poder suba à cabeça.

Processamento da informação: Não permita que seus funcionários gastem grande parte de seu tempo para executar várias tarefas que cabem às posições mais elevadas.

Estabilidade: Procure manter uma relação informal e desenvolver um relacionamento mais pessoal com a sua equipe.

Confiança mútua: Relações duradouras criam um elo de confiança. Um novo corpo de funcionários deve ser inserido de modo a criar familiaridade com o ambiente.

Disposição para assumir responsabilidade: Delegue responsabilidades para que as pessoas saibam respeitá-las.

O direito e o dever de comandantes subordinados de tomar decisões e levá-las adiante: Dê liberdade para que os líderes tomem decisões e estudem a melhor maneira de alcançar o objetivo.

Espere o imprevisível: Imprevistos acontecem, por isso, tenha em mente que os planos podem dar errado, de que os adversários se comportem de modo inusitado e de que o objetivo pode não ser alcançado. Nesses casos, não pare, continue em frente.

Treinamento: Gerencie o treinamento de sua equipe, mas isso não quer dizer que você é o responsável por isso.

LEIA TAMBÉM

Texto: Redação Alto Astral | Edição: Érika Alfaro