ESTILO DE VIDA

Conheça os sinais mais comuns da ansiedade

Alguns dos sinais mais comuns da ansiedade podem ser confundidos com outros problemas ou até mesmo ignorados. Aprenda aqui como identificá-los!

None
É importante estar atento aos sinais da ansiedade. Foto: Shutterstock

por Redação Alto Astral
Publicado em 24/02/2017 às 13:48
Atualizado às 13:31

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Insegurança, mal-estar e preocupação excessiva costumam ser sintomas da ansiedade comum do dia a dia. “A ansiedade não patológica, a do cotidiano, pode ser modulada por meio de exercícios físicos, alimentação balanceada, ioga, meditação. O ansioso precisa cuidar para ter um sono regenerador e atividades prazerosas”, recomenda a psicóloga Iracema Teixeira. Mas as crises de ansiedade, quando ela é uma doença, geralmente trazem sintomas mais intensos e que podem provocar outros problemas, como os distúrbios do sono. Algumas vezes, a pessoa nem sabe que está sofrendo de ansiedade, e não compreende os sinais. Aprenda a identificar alguns deles.

Suando frio?

A ansiedade desencadeia a sudorese, que pode ocorrer mesmo em dias de baixas temperaturas. A estimulação do sistema nervoso simpático faz as glândulas sudoríparas produzirem maior quantidade de suor, que pode ser generalizada ou se concentrar em partes do corpo, como testa e mãos.

Chocolate, por favor!

Um pedacinho de chocolate amargo pode realmente ajudar a acalmar, mas uma crise de ansiedade pode despertar a compulsão alimentar, fazendo o paciente querer devorar tudo o que tiver açúcar. A comida e o ato de mastigar ajudam a extravasar, mas a longo prazo prejudicam a saúde e provocam aumento de peso.

Coisas da cabeça

Diante de uma situação interpretada pelo cérebro como ameaça, estimula-se o sistema nervoso simpático, que acelera o metabolismo para pôr o organismo em estado de alerta. Quem tem transtornos de ansiedade pode apresentar falhas de memória e dificuldade de concentração.

mulher com cara de preocupada sentada na grama de um campo com árvores ao fundo, demonstrando os sinais mais comuns da ansiedade

É importante estar atenta aos sinais da ansiedade. Foto: Shutterstock

Batendo forte

Também provocado pelo aumento do metabolismo, o coração fica acelerado e, em alguns casos, pode haver dores no peito.

Mais oxigênio

A frequência respiratória também aumenta, tornando a respiração curta, e pode ocorrer falta de ar. Técnicas para controlar a respiração ajudam a amenizar a ansiedade.

Fora de controle

Tremores e arrepios podem afetar o corpo inteiro ou só uma parte dele, como mãos ou pernas.

Tensão

A rigidez muscular pode provocar dores em qualquer parte do corpo, mas a tensão costuma se concentrar nos ombros e pescoço. A ansiedade também é a principal causa do bruxismo (tensão no maxilar).

Texto: Marisa Sei/Colaboradora

LEIA TAMBÉM: