ESTILO DE VIDA

Você sabe o significado de cada item das embalagens dos alimentos?

Na hora da compra, é importante saber exatamente o que você está levando para casa. Mas você sabe o que significa cada item da embalagem? Confira!

None
Foto iStock.com/Getty Images

por Redação Alto Astral
Publicado em 01/09/2016 às 19:23
Atualizado às 20:58

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Na hora da compra, é importante saber exatamente o que você está levando para casa. Por isso, você deve saber o que a embalagem está dizendo. É lá que estão disponíveis informações como quantidade, peso líquido e lote, por exemplo. Para ajudar você a compreender melhor o que cada item quer dizer, listamos o que, de acordo com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), todas as embalagens de alimentos industrializados devem trazer. Confira!

mãe e filha olhando rótulos de produtos, confusas e coçando a cabeça

Foto iStock.com/Getty Images

1. Conteúdo líquido

Indica a quantidade do produto sem considerar o peso da embalagem. Pode ser expresso em quilogramas ou em litro.

2. Armazenamento

Aponta o método de conservação, como e onde o produto deve ser guardado para não alterar sua qualidade.

3. Presença de glúten

Informa se o produto contém ou não glúten, proteína presente em alguns alimentos à base de carboidratos, como cevada, trigo e centeio. O alerta é necessário, uma vez que a substância não pode ser consumida por pessoas portadoras de doença celíaca.

Aveia e trigo, tigela, cesta

Foto iStock.com/Getty Images

4. Validade

Todo produto embalado deve conter data de validade, inclusive os feitos pelo próprio supermercado. Para aqueles com validade inferior a três meses, pode ser indicado, apenas, o dia e o mês, e para os de validade maior, o mês e o ano.

5. Origem

Qual empresa produziu, embalou, transportou ou importou o produto. Essas informações são importantes para saber a procedência do alimento.

6. Lote

É o número que faz parte do controle de produção. Caso ocorra algum problema, é ele que você deve informar ao atendimento da marca.

homem lendo rótulo de produto em supermercado

Foto iStock.com/Getty Images

7. Ingredientes

É a elação de todos os ingredientes que foram utilizados na produção do alimento. É fundamental ser checado por pessoas que têm alergia ou intolerância a algum componente, como corantes e conservantes. Algo importante a ser notado é que a sequência começa com o item que é usado em maior quantidade e segue em ordem decrescente. Por exemplo, em uma lista que contenha açúcar, farinha e leite, nessa ordem, significa que o açúcar é o ingrediente em maior quantidade.

8. Tabela nutricional

Com as informações que ficam naquela tabelinha é possível comparar produtos de marcas e versões diferentes – como light, diet e integral – e saber qual é a melhor opção. “O consumidor deve estar atento à quantidade de gordura saturada e à relação com a insaturada, à quantidade de açúcares e de sódio. As calorias também têm seu valor, principalmente, em dietas controladas”, destaca a nutricionista Tatiana Rom.

Saiba mais: 

Mitos e verdades sobre alimentação saudável

Tudo sobre alimentação vegana

Jantar saudável: tire suas dúvidas sobre alimentação noturna

9. % VD

A sigla significa Valor Diário e indica, em porcentagem, o quanto aquele nutriente contribui para uma alimentação saudável, baseada em uma dieta de duas mil calorias diárias, valor estimado para um adulto. Assim, se algum nutriente aparece com o VD como 60%, por exemplo, significa que o consumo do alimento já representa mais da metade do indicado para um dia.

10. Porção

Indica a quantidade média recomendada de consumo para manter uma alimentação saudável. Preste bastante atenção nessa informação antes de ver as demais, como calorias, já que, na maioria das vezes, o valor não corresponde à porção inteira do produto. Indicada em gramas ou mililitros, é seguida pela quantidade correspondente da porção. Por exemplo: 40g (2 bolachas).

Consultoria Tatiana Rom, nutricionista