ESTILO DE VIDA

Saúde dos olhos: conheça o glaucoma e seus sintomas

O glaucoma é uma doença que afeta os olhos e que causa comprometimento do nervo óptico e pode levar à cegueira, caso não seja tratada.

None
FOTO: Shutterstock

por Redação Alto Astral
Publicado em 31/08/2016 às 17:37
Atualizado às 20:59

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

A visão vai sofrendo um estreitamento da periferia em direção ao centro”. Isso é o que o glaucoma causa, segundo a oftalmologista Franciele Vegini. O problema pode ser caracterizado como uma doença progressiva que acomete o nervo óptico, que é a parte do olho responsável por levar a informação visual até o cérebro.

O glaucoma pode causar cegueira

FOTO: IngramPublishing e OtherImages

No glaucoma, geralmente a pressão intraocular aumenta e as células do nervo óptico ficam comprimidas e se danificam, o que, com o tempo, pode causar perda permanente da visão.

Fatores de risco para o glaucoma

Há vários tipos de glaucoma. “O tipo mais comum, o crônico simples, tem como fatores de risco a pressão intraocular elevada, a genética (pacientes com parentes de primeiro grau com a doença), raça negra e miopia. Outros tipos de glaucoma, como o que apresenta pressão do olho normal, são mais comuns em asiáticos”, esclarece a especialista.

SAIBA MAIS:

Catarata causa sensação de névoas nos olhos

Descubra os cuidados que você deve ter com a conjuntivite

Daltonismo: conheça a doença que causa confusão ao enxergar cores

A doença também pode ser decorrente do uso de medicamentos, como antidepressivos, anti-histamínicos e cortisona, de diabetes e de cirurgias oculares. Pode acontecer em qualquer idade, porém é mais comum a partir dos 40 anos.

A importância do diagnóstico precoce

O tipo mais comum de glaucoma não apresenta sintomas e, na maioria das vezes, é diagnosticado em consultas oftalmológicas de rotina. “Todos devem ir ao oftalmologista ao menos uma vez por ano para que seja medida a pressão do olho e avaliado o nervo óptico”, recomenda Franciele.

Em alguns casos, o paciente pode apresentar sintomas como dificuldade para adaptar-se a ambientes escuros e perda de visão lateral. O médico especialista solicitará exames específicos caso haja suspeita da doença. Como a lesão visual causada pelo glaucoma é irreversível, o diagnóstico precoce é fundamental para que não haja perda da visão.

Texto Isa Naomi/Colaboradora

Consultoria Franciele Vegini, oftalmologista