Você sabia que os alimentos influenciam o humor?

Além de contribuir para a saúde, uma boa alimentação pode proporcionar um humor melhor. Por outro lado, má alimentação pode ir contra o bem-estar

None
Foto: iStock.com/Getty Images

por Redação Alto Astral
Publicado em 08/11/2016 às 10:23
Atualizado às 12:41

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Sabia que seu humor pode ser influenciado pela alimentação? Enquanto alguns alimentos, além de serem importantes para a saúde, contribuem para o bem-estar, outros podem trazer complicações para o ânimo. Confira algumas dicas de profissionais sobre vilões e mocinhos presentes nas refeições!

Menina loira comendo um pedaço de melancia, alimento com calorias negativas, e sorrindo

Foto: iStock.com/Getty Images

“O chocolate, principalmente o amargo com 70% de cacau, contém tirosina (substância que estimula a liberação de serotonina) e importantes minerais que aceleram a produção de endorfina e dopamina, responsáveis pelo relaxamento”, ressalta a nutricionista Patrícia Bertoni.

“Incluir na rotina o consumo de ômega 3 auxiliará na proteção do desgaste prematuro do cérebro”, aconselha Patrícia. Você pode encontrar a substância em peixes de água fria, como o salmão, e em hortaliças.

Mas nem todos os alimentos são recomendados quando o assunto é bom humor. “Os fast-foods são famosos por conterem um alto teor de gordura e baixo, ou nulo, índice de ácidos graxos e ômega 3, também responsáveis pela sensação de bem-estar e pela produção dos neutoransmissores do bom humor”, afirma a nutricionista Danielle dos Santos. Por isso, tente evitar o consumo de fast-foods!

“Gorduras trans, ácidos graxos saturados, álcool e açúcares são grandes vilões para corpo e a mente”, alerta a nutricionista Regina Moraes Teixeira. Por isso, é importante manter uma alimentação saudável e balanceada, além de evitar pratos que contenham tais substâncias em excesso. Então, procure se controlar!

LEIA TAMBÉM

Consultorias: Armando Brito, psicólogo da Beneficência Portuguesa, em São Paulo (SP); Danielle dos Santos, nutricionista; Patrícia Bertoni, nutricionista; Paulo Paiva, psicanalista.

Texto e entrevistas: Giovane Rocha/Colaborador – Edição: Augusto Biason/Colaborador